2 eventos ao vivo
Logo do Mundial de Clubes
Foto: terra

Mundial de Clubes

Brasileiro põe time coreano na semi do Mundial de Clubes

11 dez 2009
15h53
atualizado às 16h42

Com dois gols do brasileiro Denilson, o Pohang Steelers, da Coreia do Sul, venceu sua estreia no Mundial de Clubes de 2009 e se garantiu na semifinal da competição, quando enfrentará o Estudiantes, da Argentina. Diante do Mazembe, do Congo, os asiáticos buscaram a virada e no final comemoraram o triunfo por 2 a 1, em Dubai, nos Emirados Árabes.

» Veja fotos da vitória do Pohang Steelers
» Veja a tabela do Mundial
» Verón: Barcelona é favorito
» Técnico do Estudiantes prega
humildade no Mundial de Clubes

» Barcelona se lembra do Inter
para evitar novo vice-Mundial

No primeiro tempo, quem teve motivos para comemorar foi o Mazembe. Com um belo chute de fora da área de Mbenza Bedi, aos 27min do primeiro tempo, a equipe africana abriu o placar e inflamou sua fanática torcida presente no duelo em Dubai.

Já na etapa final, a estrela que brilhou foi a de Denilson. Revelado pelo Camaçari, da Bahia, e com passagens por Feyernoord (HOL) e Paris Saint-Germain (FRA), o atacante soteropolitano empatou o jogo logo aos 4min, de cabeça, após cruzamento de No Byung Jun.

Empolgado, Denilson mostrou porque é o destaque do Pohang Steelers aos 32min. Depois de ser lançado pelo meio, o atacante entrou sozinho na área do Mazembe, chutou entre as pernas do goleiro Muteba Kidiaba e definiu o confronto: 2 a 1.

A semifinal entre Pohang Steelers - do técnico brasileiro Sérgio Farias - e Estudiantes será disputada na próxima terça-feira, às 14h (de Brasília). Um dia depois, o poderoso Barcelona encara o vencedor de Auckland City (NZL) x Atlante (MEX).

Ficha técnica:

Gols
Pohang Steelers: Denilson, aos 4min e aos 32min do 2º tempo
Mazembe: Mbenza Bedi, aos 27min do 1º tempo

Ponto Forte do Pohang Steelers
A velocidade dos atacantes, que em diversas vezes estiveram de frente para o goleiro rival

Ponto Forte do Mazembe
Com reflexos apurados e precisas saídas do gol, Muteba Kidiaba evitou que o time africano fosse goleado

Ponto Fraco do Pohang Steelers
Os atacantes finalizam mal, muitas vezes sem força, e desperdiçaram boas oportunidades

Ponto Fraco do Mazembe
A defesa, muito desorganizada, permitiu diversas conclusões contra Muteba Kidiaba

Personagem do jogo
Denilson, que mostrou porque é ídolo na Coreia do Sul ao marcar os dois gols da virada

Esquema Tático Pohang Steelers
4-4-2
Shin Hwa Yong; Choi Hyo Jin, Hwang Jae Won, Kim Hyun Gil e Kim Taesu; Kim Jae Sung, Kim Jung Kyum, Shin Hyung Min (Ko Seul Ki) e Namkung Do (Hwang Jin Sung); Denilson e No Byung Jun (Song Chang Ho). Técnico: Sérgio Farias

Esquema Tático Mazembe
4-4-2
Muteba Kidiaba; Miala Nkulukuta, Kanyimbo Tshizeu, Mbenza Bedi e Bawaka Mabele; Kazembe Mihayo, Amia Ekanga (A Mukok Kanda), Basisila Lusadisu (Ngandu Kasongo) e Mabi Mputu; Mulota Kabangu e Dioko Kaluyituka (Luyeye Mvete). Técnico: Diego Garzitto

Cartões Amarelos
Pohang Steelers: -
Mazembe: Miala Nkulukuta e Bawaka Mabele

Árbitro
Peter O Leary (NZL)



Denilson brilhou na semifinal
Denilson brilhou na semifinal
Foto: Reuters
Fonte: Redação Terra
publicidade