Mundial de Clubes 2006

Mundial de Clubes 2006

Quarta, 13 de dezembro de 2006, 10h12  Atualizada às 10h29

No sufoco, Inter derrota Al Ahly e vai à final

Allen Chahad
Direto de Tóquio
AP

Alexandre Pato comemora o primeiro gol do Internacional
Busca
Saiba mais na Internet sobre:
Busque outras notícias no Terra:
O Internacional encontrou bastante resistência no Al Ahly, nesta quarta-feira, em sua estréia no Mundial de Clubes, mas conseguiu a vitória. Com gols de Alexandre Pato e Luiz Adriano, derrotou o time egípcio por 2 a 1, no Estádio Nacional de Tóquio, e avançou à final da competição.

Veja fotos do jogo
Comente a partida
Baixe ringtones do Inter
Conheça os times do Mundial
Confira dicas sobre o Japão
Veja a tabela completa

Os comandados de Abel Braga começaram a partida pressionando os africanos e chegaram ao primeiro gol aos 23min, quando Pato ficou com sobra na área e bateu no canto direito. Atrás no marcador, o time dirigido por Manuel José cresceu e criou boas oportunidades para empatar ainda no primeiro tempo.

Na etapa final, aos 9min, pouco depois que Pato fez graça no ataque, o Al Ahly surpreendeu e chegou à igualdade com o angolano Flávio, de cabeça. Foi Luiz Adriano, que havia substituído o lesionado Pato, quem tranqüilizou os torcedores colorados, aos 27min, quando cabeceou para definir o placar final.

O Internacional volta a campo às 8h20 (de Brasília) de domingo, quando disputa o título do Mundial contra Barcelona ou América. Pelo terceiro lugar da competição, o Al Ahly joga às 5h20 do mesmo dia contra o perdedor do confronto entre espanhóis e mexicanos.

O jogo

Embora o primeiro chute endereçado ao gol tenha sido feito em cobrança de falta de Aboutrika, o Internacional começou a partida apertando a saída de bola do Al Ahly e conseguiu o domínio das ações. Com Iarley e Alexandre Pato à frente, Fernandão era o responsável pela organização dos ataques.

Aos 9min, Hidalgo fez cobrança de escanteio curta e levantou na área na seqüência. Iarley escorou para Pato completar, mas o lance foi anulado pelo assistente, que viu impedimento. Pouco depois, o jovem atacante recebeu cruzamento de Ceará e cabeceou por cima.

Como Iarley aparecia de maneira discreta, Alexandre Pato era a principal opção ofensiva do Internacional. Aos 23min, ele foi lançado por Fernandão e perdeu a briga na meia-lua. No entanto, contou com a sorte na jogada, ficou com a sobra após tentativa de desarme dos egípcios e bateu no canto direito para abrir o placar.

O gol fez o time brasileiro diminuir o ritmo, e o Al Ahly cresceu no jogo. El Nahas foi o primeiro a dar trabalho a Clemer, em cobrança de falta, aos 36min. Dois minutos depois, Aboutrika ficou com sobra na área e bateu na trave. Já nos acréscimos, Shawky esteve perto de marcar de voleio.

Mesmo com a subida de produção de sua equipe, o técnico Manuel José substituiu Mostafa por Moteab no intervalo. Nos primeiros minutos do segundo tempo, sem grandes oportunidades, o lance que mais chamou a atenção foi de Alexandre Pato, que carregou a bola nos ombros na ponta direita antes de ceder tiro de meta ao adversário.

Pouco depois, aos 9min, Clemer chutou a bola em Edinho e cedeu lateral ao Al Ahly. Após cobrança rápida, Said cruzou na cabeça do angolano Flávio, que aproveitou o posicionamento ruim do goleiro colorado e cabeceou no canto esquerdo alto, igualando o marcador.

Preocupado, o técnico Abel Braga ainda perdeu Hidalgo e Alexandre Pato por contusão antes dos 20min. Preferiu não mexer no esquema do Inter, promovendo as entradas de Rubens Cardoso e Luiz Adriano.

A partida ameaçava tomar ares dramáticos, quando a equipe gaúcha chegou ao gol da vitória em cobrança de escanteio, aos 27min. Ceará levantou da direita, e Luiz Adriano, que havia entrado esbanjando vontade, apareceu no primeiro pau e completou de cabeça.

Novamente atrás no marcador, o técnico Manuel José colocou o Al Ahly no ataque, trocando El Shater por Sedik. Abel Braga, por sua vez, fechou o meio-campo com o colombiano Vargas. Com alguma dificuldade, o Internacional segurou o resultado e avançou à decisão.

Ficha Técnica

Internacional 2 x 1 Al Ahly

Equipes

Clemer
Ceará
Índio
Fabiano Eller
Hidalgo
(Rubens Cardoso)
Wellington Monteiro
Edinho
Alex
Fernandão
Iarley
(Vargas)
Alexandre Pato
(Luiz Adriano)
El Hadary
(Abdelhamid)
Shawky
Gomaa
Said
El Shater
(Sedik)
Mohamed
Mostafa
(Moteab)
Aboutrika
El Nahas
Ashour
Flávio
Técnico:
Abel Braga
Técnico:
Manuel José

Gols

23min - 1° tempo
Alexandre Pato
27min - 2º tempo
Luiz Adriano
9min - 2° tempo
Flávio

Cartões Amarelos

Alex
Fernandão
Gomaa
Flávio
Local: Estádio Nacional, em Tóquio (JAP)
Árbitro: Subkhiddin Mohd Salleh (MAL)
Público: 33.690 pagantes
Redação Terra