publicidade
16 de maio de 2014 • 12h53 • atualizado às 13h37

"Não vamos passear na Disney", brinca Muricy Ramalho

 

A excursão do São Paulo para os Estados Unidos proporcionará aos jogadores a possibilidade de visitar um dos maiores pontos turísticos do mundo: a Disney. No entanto, é bom eles ficarem ligados, porque o técnico Muricy Ramalho já avisou: o time não vai ao exterior a lazer.

Muricy conversou com jornalistas sobre viagem do São Paulo aos EUA
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

Nesta sexta-feira, em entrevista coletiva no CT da Barra Funda, Muricy falou da viagem e até brincou com personagens da Disney. A confirmação da excursão foi dada pelo presidente Carlos Miguel Aidar. O São Paulo ficará na cidade de Orlando, na Flórida, cidade do mais famoso parque de diversões do mundo.

"Atrasei para vir aqui (dar a entrevista) por causa da viagem. Está dando dor de cabeça, tem negócio de data, tudo. Estamos planejando bem, porque não vamos passear. Vamos pra trabalhar, pré-temporada forte, com alguns jogos, está complicado", afirmou o técnico.

Em seguida, Muricy foi perguntado se, na infância, tinha o sonho de conhecer a Disney. O técnico respondeu citando o entusiasmo de seus familiares pelo local.

"Nunca fui pra Disney. Minha família acho que já foi umas 15 vezes. Até brinco que o Pateta um dia vai chamar o Mickey e dizer que é brincadeira. Nunca fui, nunca me interessei, quando vou fico no hotel, parque. Mas nunca fui, não me chama atenção. É bonito, mas vamos lá pra outra coisa. E os jogadores entendem isso, não vamos para passear", decretou o técnico, bem humorado.

A excursão aos EUA foi sacramentada pelo gerente-executivo Gustavo Oliveira, que alinha com a comissão técnica os últimos detalhes da preparação no exterior. O clube deve fazer dois amistosos, com adversários ainda indefinidos, e ficar duas semanas em solo norte-americano. A partida será no dia 14 de junho.

A preocupação de Muricy com a viagem se justifica levando em conta a desastrosa excursão feita pelo clube no ano passado. A delegação viajou à Alemanha, onde enfrentou Bayern de Munique e Milan, Portugal, para encarar o Benfica, e Japão, onde enfrentou o Kashima Antlers. Tudo isso em cerca de 15 dias. O mau planejamento acabou prejudicando a equipe na sequência do Campeonato Brasileiro, pelo desgaste sofrido pelos atletas em meio à competição.

 

Lancepress!