4 eventos ao vivo

Neymar garante que nada mudou: “Sempre me senti à vontade”

20 jun 2013
09h38
atualizado às 09h49

Neymar saiu do Castelão no início da noite de quarta-feira com troféu debaixo dos braços. Premiado novamente como o melhor jogador em campo em uma vitória da Seleção Brasileira, o atacante do Barcelona estava mais sorridente do que o normal após marcar um belo gol e dar uma assistência ainda mais plástica para Jô anotar o outro na vitória por 2 a 0 sobre o México. Nem parecia o mesmo astro arredio de antes do início da Copa das Confederações.

"Sempre me senti à vontade na Seleção", garantiu Neymar, negando que algo tenha ocorrido para motivá-lo. "Só o que posso dizer é que estou muito feliz por mais uma vitória do Brasil", complementou.

À vontade ou não anteriormente, o atacante apresentou uma explicação para a sua evolução. Ele acredita que o período de concentração com os demais convocados pelo técnico Luiz Felipe Scolari tenha colaborado com as recentes boas atuações.

"O entrosamento foi crescendo cada vez mais. O fato de conhecer melhor o companheiro ajuda muito. A partir daí, as qualidades individuais aparecem", relacionou Neymar, negando que precise estrear pelo Barcelona para melhorar ainda mais. "A gente sempre evolui, pô!", sorriu.Exaltado
Neymar está em sintonia com os seus companheiros não apenas dentro de campo. Fora, todos exaltaram o atacante depois do que ele fez contra o México. "O gol foi muito bonito. Ele sabe como pegar na bola assim, de primeira", comentou o meia Oscar.

Já o goleiro Júlio César usou o mesmo discurso de Neymar para justificar a boa apresentação. "O entrosamento é muito importante. Como a Seleção Brasileira não está disputando as Eliminatórias, a gente tinha pouco tempo para trabalhar junto. Agora, com a Copa das Confederações, isso mudou", disse.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade