2 eventos ao vivo

No Recife, protesto reúne quase 100 mil pessoas nesta quinta-feira

20 jun 2013
20h04
atualizado às 21h27

Por volta de 16h desta quinta-feira, o Centro de Recife parou. Inicialmente, cerca de 30 pessoas se concentraram na Praça do Derby para protestar e, minutos depois, seguiram pela avenida Conde da Boa Vista, um dos principais corredores de circulação da capital pernambucana.

Após algumas horas, a Secretaria Estadual de Defesa Social estimou em mais de 100 mil pessoas o número de participantes na manifestação. O movimento “À Luta Recife” tem como alvo as mais variadas reivindicações, entre elas, a melhoria do transporte público e investimentos no âmbito da educação, saúde e emprego.

Com cartazes, faixas, caras pintadas e muita disposição, os recifenses mostraram toda a insatisfação com a situação atual do Brasil e soltaram diversos gritos, entre eles, "Recife acordou!" e "1, 2, 3... 4, 5 mil, ou para a corrupção, ou paramos o Brasil".

Apesar das causas sociais serem os principais alvos do protesto, o futebol também não foi esquecido. A Arena Pernambuco, que custou mais de R$ 500 milhões e está recebendo a Copa das Confederações, foi duramente criticado. E sobrou até mesmo para Neymar. "Brasil, vamos acordar, o professor vale mais que o Neymar" foi um dos gritos mais exaltados durante o protesto.

Protesto no Recife reuniu quase 100 mil pessoas (Foto: Bruno Andrade)No decorrer da caminhada, na avenida Guararapes, policiais militares tiveram dificuldade para conseguir controlar brigas, iniciadas por homens que utilizavam camisas de torcidas organizadas: Náutico, Santa Cruz e Sport.

Fonte: Lancepress! Lancepress!
publicidade