inclusão de arquivo javascript

Futebol

 
 

Oswaldo é demitido do São Paulo

04 de maio de 2003 11h32

Dani Blaschkauer
Vicente de Aquino
- Especial para o Terra

São Paulo - Oswaldo de Oliveira não é mais técnico do São Paulo. Ele foi demitido na noite deste sábado pelo presidente do clube, Marcelo Portugal Gouvêa.

No confronto contra o Figueirense, neste domingo, no Morumbi, pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro, o preparador de goleiro, Roberto Rojas, é quem vai comandar a equipe, que ocupa o sétimo lugar com 8 pontos, junto com o auxiliar Milton Cruz.

"Ainda não sabemos quem vai substituí-lo", afirmou o presidente são-paulino, em entrevista dada ao Terra Esportes por telefone na noite deste sábado. "Fui eu quem provoquei a conversa com o Oswaldo", completou.

"Tite, Leão e qualquer outro treinador interessa ao São Paulo. Outros nomes podem ser revelados. Somente trataremos o substituto do Oswaldo de Oliveira na segunda-feira", afirmou o presidente à Rádio Transamérica.

Gouvêa contou ainda que o treinador não estava esperando a demissão agora. "Ele ficou surpreso pelo momento, mas chegamos a um acordo", falou. O técnico não foi encontrado pela reportagem.

A fritura de Oswaldo já vem desde a derrota da equipe para o Corinthians na final do Paulista. E o técnico só não caiu antes porque os jogadores Rogério Ceni e Ricardinho fizeram um movimento de apoio ao treinador.

O superintendente de futebol do São Paulo, Marco Aurélio Cunha, parece não ter aprovado a decisão do presidente de revelar a demissão no sábado à noite.

"Não posso comentar a decisão do nosso presidente, mas ele não cumpriu um acordo com a diretoria de só revelar o caso na segunda-feira", disse Marco Aurélio, também em entrevista à rádio.

VEJA TAMBÉM:

  • As últimas informações sobre o São Paulo
  • Redação Terra