inclusão de arquivo javascript

Futebol

 
 

Grêmio demite técnico e contrata Adílson Batista

22 de agosto de 2003 12h29

  • A classificação atualizada
  • A lista de artilheiros

    São Paulo ? O Grêmio demitiu o técnico Nestor Simionatto. Adílson Batista foi confirmado ainda nesta sexta-feira como seu substituto.

    Batista, que acertou durante a madrugada, será o quarto técnico do time gaúcho no Campeonato Brasileiro. Tite, Dario Pereyra e agora Simionatto perderam seus empregos durante a competição.

    O novo treinador levou o ex-jogador Ivair para ser seu auxiliar. O restante da comissão técnica será mantida. Ele já comanda um treino nesta tarde.

    ?Adílson tem muita afinidade com o time e com a torcida?, justificou o diretor de futebol, Saul Berdichevsky, em entrevista à Rádio Gaúcha.

    O antigo treinador foi informado da demissão logo cedo, conta o dirigente. "Planejamos visitá-lo de manhã após a reunião. Estava se sentindo chateado de não ter conseguido resultados. Concluímos que a amizade segue e fica até mais forte."

    O novo comandante do Tricolor Gaúcho foi capitão da equipe na conquista da Copa Libertadores, em 95. Com 35 anos, ele já dirigiu Mogi Mirim-SP, América-RN, Avaí-SC e Paraná-PR. Foi vice-campeão da Série C do Brasileiro em 2001 com a equipe paulista e e chegou ao título potiguar com o América-RN no ano passado.

    "Venho em um momento difícil. É hora de ajudar e vou dar minha contribuição. Ter amigos deixa o ambiente favorável. Estou muito feliz e sei da minha responsabilidade. O grupo é bom e tem chances de reverter", afirmou o novo técnico.

    Simionatto deixa o Olímpico com um retrospecto desfavorável: cinco derrotas (Criciúma, Corinthians, Guarani, Goiás e Vitória), um empate (Atlético-PR) e uma vitória (Santos).

    O Grêmio está na lanterna do Brasileirão, com 23 pontos.

    VEJA TAMBÉM:

  • As últimas informações sobre o Grêmio
  • Redação Terra