inclusão de arquivo javascript

Futebol

 
 

Once Caldas elimina o Santos da Copa Libertadores

27 de maio de 2004 23h29 atualizado às 23h29

O Santos foi eliminado da Copa Libertadores ao perder para o Once Caldas por 1 a 0, na noite desta quinta-feira, em Manizales, na Colômbia. A equipe brasileira precisava de uma vitória simples já que havia empatado por 1 a 1 na Vila Belmiro.

Na semifinal, o Once Caldas enfrentará o São Paulo, dias 9 e 16 de junho. A outra semifinal será argentina, entre Boca Juniors e River Plate.

O primeiro tempo foi fraco. O Santos, comprovando que a fase não é das melhores, teve dificuldades para armação das jogadas e criou apenas uma chance desperdiçada por Diego. Já o Once Caldas, nervoso, o errou muitos passes e facilitou a missão santista de impedir uma pressão muito forte sobre sua defesa.

Individualmente, Diego procurou bastante o jogo, Renato foi o responsável por acalmar o meio-campo, enquanto que os laterais Marco Aurélio e Paulo César estiveram regulares no apoio. Elano esteve mal, assim com Deivid. Robinho foi muito marcado e a dupla de zaga fez o que se dela espera: não falhou.

A melhor chance santista aconteceu aos 7min. Paulo César tabelou com Renato e foi à linha de fundo pela esquerda. Depois do cruzamento, Diego tocou e a bola resvalou no travessão.

Deivid teve outra chance aos 25min, mas destruiu o bom lançamento de Diego pela direita. O atacante contou com a falha de Rojas, entrou na área e chutou forte, mas à direita do gol.

Aos 30min, Velasquez pegou o rebote da defesa santista e chutou forte sobre o gol, despertando a torcida do Once Caldas. Aos 38min, contando com a falha de Júlio Sérgio, os colombianos tiveram a melhor chance. Moreno cobrou escanteio pela esquerda, Júlio Sérgio saiu do gol e não fez o corte e Vanegas quase marcou. A bola tocou no gramado e passou sobre o travessão.

O Santos respondeu rapidamente. Dois minutos depois, Diego fez belo lançamento para Paulo César, que entrou na área e tocou sobre Henao, que deixava o gol para tentar a defesa.

A última chance do primeiro tempo foi do time colombiano. Aos 44min, Alcazar se livrou de Renato na entrada da área e chutou forte sobre o travessão, levando perigo para Júlio Sérgio.

No segundo tempo o Santos voltou mais confiante. Começou a tentar jogadas individuais, tocar bola com mais velocidade e criou boa chance aos três minutos. Robinho foi lançado por Diego, entrou na área, driblou Rojas e chutou no canto direito para boa defesa de Henao.

Aos 6min, Robinho acertou a trave colombiana. Aproveitando-se de um rápido contra-ataque, Elano cruzou para Robinho, que quase sem ângulo, pegou de primeira e a bola tocou na trave direita.

Em seguida, o Santos passou por momentos difíceis. Valasquez chutou forte da entrada área e Júlio fez grande defesa. Na continuidade do lance, Soto cruzou e Pereira tirou na pequena área, quase dentro do gol.

Diego, em jogada individual, quase marcou o gol aos 17min. O meia partiu da intermediária, driblou três jogadores, entrou na área e chutou forte, mas Henao espalmou para escanteio.

O Once Caldas marcou o gol da vitória aos 25min. Valentierra, que tinha marcado o gol colombiano na Vila Belmiro, cobrou falta da intermediária e acertou o ângulo direito de Júlio Sérgio.

Desesperado, Vanderlei Luxemburgo fez três alterações no Santos ao mesmo tempo, colocando em campo Lopes, Claiton e Leandro Machado no lugar de Deivid, que nada fez enquanto esteve em campo.

As alterações surtiram efeito. O Santos passou a pressionar o time colombiano, mas não conseguiu o gol que levaria o jogo para os pênaltis.

Untitled Document

Ficha técnica
ONCE CALDAS 1 X 0 SANTOS
Local: Estádio Palogrande, em Manizales (COL)
Juiz: Horacio Elizondo (ARG)
ONCE CALDAS SANTOS
Gol

Valentierra aos 25min do segundo tempo

 
Cartões amarelos

Vanegas
Arango
Henao

Diego
Marco Aurélio
André Luís

Equipes

Henao
Rojas
Cataño (Ortegón)
Vanegas
García
Viáfara
Moreno
Valentierra
Soto (Arango)
Alcazar ( Agudelo)
Velásquez

Técnico: Luís Fernando Montoya

Júlio Sérgio
Marco Aurélio
Pereira
André Luís
Paulo César
Paulo Almeida (Claiton)
Renato
Elano (Lopes)
Diego
Robinho
Deivid (Leandro Machado)

Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Lancepress!