inclusão de arquivo javascript

Futebol

 
 

Bahia bate Náutico e fica perto da vaga da Série B

10 de outubro de 2004 18h19 atualizado às 18h19

O Bahia-BA saiu vencedor no duelo dos dois times nordestinos de melhor campanha no Brasileiro da Série B.

O time tricolor baiano conseguiu sua terceira vitória consecutiva nas semi-finais da competição ao derrotar o Náutico-PE por 1 a 0, na tarde deste domingo, na Fonte Nova, em Salvador. Rodriguinho marcou o único gol do jogo, que teve público recorde nas Séries A e B.

Rodriguinho fez um bonito gol, aos 16 minutos, do segundo tempo. Ele tirou da jogada o zagueiro Lima e o lateral-direito Carlos Alberto com um leve toque de calcanhar, invadiu a área e driblou o goleiro Nilson para marcar o gol do jogo.

A renda e o público foram recordes nos Campeonatos Brasileiros das Séries A e B deste ano. Foram 59.900 pagantes que proporcionaram a renda recorde de R$ 514.500,00.

Com esta vitória, o Bahia manteve o aproveitamento de 100% nas três rodadas desta semi-finais. Antes, o time baiano havia vencido o Marília-SP, no interior paulista, e o Avaí-SC, em Salvador, ambos por 1 a 0.

O Bahia acumula agora nove pontos e é o líder absoluto do Grupo B da competição. O segundo colocado, o Avaí-SC, tem seis pontos ganhos.

Bahia e Náutico voltam a se enfrentar na próxima sexta-feira, dia 15, às 20h30, no estádio do Aflitos, em Recife.

BAHIA-BA 1 X 0 NÁUTICO-PE

Estádio da Fonte Nova, Salvador-BA

Juiz: Edilson Soares da Silva-RJ

Gol: Bahia (Rodriguinho, aos 16 minutos do segundo tempo)

Cartão amarelo: Náutico (Vital)

Renda: R$ 514.500,00 Páblico: 59.900 pagantes.

BAHIA: Márcio; Paulinho, Leonardo, Reginaldo e Cícero (Bruno); Neto, Henrique, Rodriguinho e Robert (Ari); Neto Potiguar e Selmir (Rena) -Técnico: Vadão.

NÁUTICO: Nílson; Carlos Alberto, Lima, Batata e Vital; Chicão, Marquinhos, Marco Antônio (Tiago) e Gil Baiano (Anaílson); Jorge Henrique (Mendes) e Kuki - Técnico: Zé Teodoro.

Redação Terra