0

Olimpia é o time que mais chuta na Copa Libertadores e dará trabalho

21 mai 2013
09h25

É bom o Fluminense se preparar, afinal terá de enfrentar amanhã uma verdadeira artilharia pesada. Adversário pelas quartas de final da Copa Libertadores, o Olimpia (PAR) é um dos times mais ofensivos da competição e promete incomodar os defensores e o goleiro Diego Cavalieri.

O time paraguaio tem o segundo melhor ataque da Libertadores, com 21 gols marcados em dez jogos (só perde para o Atlético-MG, que fez 22 em oito partidas). Porém, segundo o site “Pasión Libertadores”, ligado à Conmebol, trata-se da equipe que mais finalizou até agora: 153 vezes, sendo 86 no gol. O Galo só deu 112 chutes (76 no alvo). Já o Fluminense está ainda mais distante, com 52 arremates certos de um total de 102 tentativas.

Como se não bastasse, o Olimpia também costuma balançar as redes jogando fora de casa. Isso só não ocorreu na estreia pela competição, na primeira fase, contra o Defensor (URU). Nas outras quatro partidas, o canhão acertou o alvo. Foram oito gols anotados longe do Defensores del Chaco.

O principal jogador do “El Decano“, o volante Ortíz, é quem mais arrisca na equipe – e o quarto em toda a competição –, com 23 finalizações em nove jogos. Já o artilheiro do Olimpia, o atacante Bareiro, tentou 20 chutes e acertou sete na meta. Cinco deles viraram gols. Para se ter ideia: o atacante Fred soma até agora 18 tentativas, em cinco compromissos pelo Flu.

A melhor defesa para o Fluminense contra o ataque do Olimpia poderá ser justamente responder com artilharia pesada. Para isso, Wellington Nem está pronto:

– Só tenho um gol na Libertadores. Vou dar meu máximo para fazer um, dois. O importante é sair com a vitória, mas estou com sede de gols – afirmou Nem, artilheiro do Tricolor em 2013, com seis gols.

Atacante briga pela artilharia

O atacante Fredy Bareiro está na briga pela artilharia da Copa Libertadores. Até agora, o paraguaio já marcou cinco gols na competição e está atrás apenas de Jô, do Atlético-MG, que balançou as redes seis vezes no torneio.

No último jogo, contra o Tigre, o centroavante abriu o placar para a equipe paraguaia com um bonito chute de fora da área. Apesar de jogar com dois atacantes, Salgueiro sai mais para buscar jogo e Bareiro fica centralizado na área.

Além da dupla ofensiva, o setor ofensivo do Olimpia tem mais atletas perigosos: é o caso dos meias Ortiz, Ariosa e Báez.

Paraguaios treinam hoje na Gávea

A delegação do Olimpia fará apenas um treino no Rio de Janeiro. Hoje, às 15h30, os paraguaios vão treinar na Gávea, sede do Flamengo. Ainda não se sabe se a atividade será fechada para a imprensa, como muitos clubes estrangeiros acabam fazendo quando jogam fora de casa. Ontem de manhã, o time treinou em Assunção e logo depois embarcou para o Rio de Janeiro.

Como os paraguaios vão fazer apenas um treino, não está previsto o reconhecimento do gramado de São Januário. Sendo assim, só devem tomar conhecimento do estádio que vão jogar minutos antes do jogo.

O único desfalque da equipe para a partida é o volante Wilson Pittoni, ex-Figueirense, que está machucado. À exceção dele, todos os principais jogadores viajaram para o Rio.

Comparativo de Olimpia e Flu

Olimpia

Chutes: 153 (86 na direção do gol)

Líderes: Ortíz (23 vezes/11 ao gol) e Bareiro (20/7)

Gols fora de casa: 8

Fluminense

Chutes: 102 (51 na direção do gol)

Líderes: Fred (18/8 ao gol) e Carlinhos (12/4)

Gols em casa: 4

Fonte: Lancepress! Lancepress!
publicidade