0

Organização recusa pedido de Gana para ficar em Cabinda

14 jan 2010
18h17
atualizado às 19h51

A Confederação Africana de Futebol (CAF) rejeitou o pedido de Gana para fazer seu último jogo pelo Grupo B da Copa Africana de Nações em Cabinda, e não em Luanda, disse um porta-voz na quinta-feira.

Gana, que enfrenta a Costa do Marfim na sexta-feira em Cabinda, queria permanecer nesse encrave ao norte de Angola para fazer sua última partida desta fase, na terça-feira, contra Burkina Faso.

"Pedimos à CAF para permanecer em Cabinda para este último jogo, mas nosso pedido não foi atendido", disse um portavoz da seleção ganense.

Isso significa que, se Gana terminar em primeiro no seu grupo, terá de voltar a Cabinda para as quartas de final. Mas, se ficar em segundo lugar, irá permanecer em Luanda.

Gana ainda não estreou no torneio, pois seu primeiro jogo, contra o Togo, que seria em Cabinda, foi cancelado devido à desistência da seleção togolesa, vítima de um atentado na região.

"Gostaria de expressar minhas sinceras condolências ao povo do Togo pelos trágicos fatos no início do torneio," disse o meia ganense Michael Essien, do Chelsea, ao site da federação de futebol do seu país. O jogador só se juntou à seleção na quarta-feira.

"Espero que eles possam superar as trágicas cenas que testemunharam o mais rápido possível. O futebol nos une a todos, e tomara que possamos levar adiante o torneio pacificamente, para trazer felicidade e alegria a todos".

Gana terá que jogar em Luanda pela CAN 2010
Gana terá que jogar em Luanda pela CAN 2010
Foto: AP
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
publicidade