PUBLICIDADE

Por acesso, Nacional demonstra interesse na compra do Audax

10 jun 2013 13h58
| atualizado às 14h17
ver comentários
Publicidade
<p>Grupo Pão de Açúcar já admitiu interesse de se desfazer de clubes de SP (foto) e de RJ</p>
Grupo Pão de Açúcar já admitiu interesse de se desfazer de clubes de SP (foto) e de RJ
Foto: Divulgação

Após o término dos campeonatos estaduais, o Grupo Pão de Açúcar anunciou sua intenção de vender o Audax - tanto a filial de São Paulo, quanto do Rio de Janeiro. O grupo alegava que, com os dois clubes na elite dos respectivos estaduais, os gastos seriam muito maiores; além disso, eles afirmaram que, para comandar as equipes, seria necessária uma gestão profissional em esportes, coisas que não gostaria de investir.

Nos últimos dias um possível comprador mostrou interesse na aquisição do clube: o Nacional Atlético Clube, apoiado por um grupo de investidores, projeta apresentar uma proposta de compra ao grupo nos próximos dias.

"Estamos na segunda divisão do Campeonato Paulista e queremos voltar para a primeira. O caminho mais curto é comprando o Audax", afirmou Ayrton Santiago, presidente do Nacional, ao jornal O Estado de S. Paulo.

<p>Atualmente na Segunda Divisão do Campeonato Paulista, Nacional conta com grupo de investidores para tentar a compra do Audax (foto)</p>
Atualmente na Segunda Divisão do Campeonato Paulista, Nacional conta com grupo de investidores para tentar a compra do Audax (foto)
Foto: Divulgação

Segundo Santiago, o interesse maior é pelo clube de São Paulo. O presidente afirma ainda que o grupo de investidores é muito forte e ainda escutará opiniões. Ele espera resolver o caso o mais rápido possível, já que o GPA já projeta contratar um grupo para encontrar compradores no mercado, negócio que acabaria com as expectativas da diretoria do Nacional.

"Já pedimos uma reunião com o pessoal do Audax e estamos aguardando. Vamos ver como se pode combinar isso e fechar negócio", disse.

Além de problemas dentro de campo, a diretoria do Nacional se vê em uma situação complicada externamente. A prefeitura de São Paulo planeja iniciar o projeto de lei da Operação Urbana Água Branca, com a construção de prédios, lojas e ruas mais largas no local onde fica localizado o Estádio Nicolau Alayon, transformando o local em uma avenida comercial. Por isso, o clube tenta agilizar as questões burocráticas, para manter o seu estádio e posteriormente reformá-lo.

Fonte: Lancepress! Lancepress!
Publicidade
Publicidade