PUBLICIDADE

Porto Alegre costuma ser palco de fiascos do Corinthians

1 jul 2009 - 09h38
(atualizado às 09h44)
Publicidade

Uma das grandes capitais do futebol nacional, Porto Alegre será palco da decisão de Copa do Brasil, nesta quarta-feira (21h50 de Brasília), entre Internacional e Corinthians. Para os corintianos, será a tentativa de superar um histórico de resultados ruins na capital gaúcha.

Especiais:

» Você sabe tudo sobre
Corinthians x Inter?

» Quiz: teste seus conhecimentos
» Monte as escalações ideais dos finalistas
» Veja fotos da torcida
» ESPN: assista aos gols
do Corinthians no torneio

» ESPN: assista aos gols
do Internacional no torneio

» ESPN: relembre o título
de 2002 do Corinthians

» ESPN: relembre o título
de 1995 do Corinthians

» ESPN: relembre o título
de 1992 do Internacional

Veja também:

» Sanchez defende Ronaldo e diz que Corinthians é democrático
» Inter relembra Tinga em 2005 em DVD de erros a favor do Corinthians

Foi no Estádio Olímpico, em 2007, que o Corinthians viu ser confirmado o rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro, graças a um empate em 1 a 1 com o Grêmio. Curiosamente, o Internacional também estava envolvido na disputa, e perdeu para o Goiás, por 2 a 1, no Serra Dourada. Assim, foi decretada a queda corintiana.

No mesmo estádio, em 2001, o Corinthians viu começar a se desfazer o sonho de conquistar a Copa do Brasil. A equipe comandada por Vanderlei Luxemburgo vencia o Grêmio por 2 a 0, mas permitiu ao adversário que empatasse o jogo e deixasse o campo com uma "vitória moral". Em São Paulo, os gremistas confirmaram o título.

Em 1996, o Corinthians também foi eliminado pelo Grêmio. As duas equipes disputavam um posto nas semifinais da Copa Libertadores e os gremistas, no jogo de ida, em São Paulo, fizeram 3 a 0. Em Porto Alegre, administraram o resultado e, mesmo perdendo por 1 a 0, decretaram a eliminação corintiana.

Corinthians e Grêmio se reencontraram em 97, pelas semifinais da Copa do Brasil, e novamente o sorte sorriu para os gaúchos, que venceram em São Paulo e seguraram um empate em 1 a 1 no Olímpico. Na decisão, os gremistas ainda bateriam o Flamengo, conquistando a competição.

No Beira-Rio, o Corinthians também tem derrotas marcantes. Em 1976, na decisão em jogo único do Campeonato Brasileiro, o Internacional conquistou o bicampeonato nacional, vencendo por 2 a 0, gols de Dario e Valdomiro. Àquela ocasião, os corintianos reclamaram da recepção nada hospitaleira dos gaúchos.

No ano seguinte, ambos os clubes se reencontraram na disputa da Copa Libertadores e o Corinthians sequer avançaria para a segunda fase, na mesma temporada em que quebrou seu jejum de títulos, contra a Ponte Preta. No Beira-Rio, no entanto, o Internacional fez o dever de casa e venceu por 1 a 0, deixando o time de Basílio fora do sonho continental.

O Inter despachou o Corinthians, também, no único outro confronto entre as duas equipes pela Copa do Brasil, em 1992, quando venceu por 4 a 0 em São Paulo e garantiu a vaga. Ainda no início da década, o Grêmio já havia atestado sua fama copeira, eliminando os corintianos do torneio em 1991 e 1994.

A grande alegria corintiana em Porto Alegre se deu em 1995. Depois de vencer o Grêmio por 2 a 1 em São Paulo, o Corinthians voltou a bater o rival em Porto Alegre, por 1 a 0. A vitória valeu o primeiro título de Copa do Brasil da equipe paulista, em um raro momento de felicidade no Rio Grande do Sul.

Na Copa do Brasil de 2001, Corinthians se deu mal no Sul
Na Copa do Brasil de 2001, Corinthians se deu mal no Sul
Foto: Getty Images
Fonte: Redação Terra
Publicidade