0
ASA

Praga de inseto faz ASA e Prefeitura de Arapiraca interditarem estádio

14 fev 2013
18h31
atualizado às 20h23
  • separator
  • 0
  • comentários

A diretoria do ASA, em conjunto com a prefeitura de Arapiraca, informou em seu site oficial a paralisação do Estádio Municipal Coaracy da Mata Fonseca, o Fumeirão, durante um período de 30 a 45 dias por conta de uma praga conhecida como “paquinhas, que se alastrou no gramado do estádio.

Infestação de paquinhas interditou o estádio do ASA
Infestação de paquinhas interditou o estádio do ASA
Foto: Getty Images

O problema não é novidade no Estádio Municipal. A praga foi detectada em novembro de 2012, quando o estádio recebeu a visita do agrônomo Artur Melo, integrante do Comitê Organizador Local da Copa de 2014. Na ocasião, foi fixado um prazo para a prefeitura solucionar o problema, mas na última segunda-feira, durante uma nova vistoria, ficou constatado que a praga não foi exterminada e evoluiu em sua ação destruidora.

Enquanto o Fumeirão estiver com os portões fechados, os jogos pela Copa do Nordeste, caso o ASA se classifique para a terceira fase, deverão acontecer em Maceió, Palmeira dos Índios ou Coruripe, o que será definido apenas após a confirmação do time na próxima fase.

Confira a nota oficial

A Prefeitura Municipal de Arapiraca e a Agremiação Sportiva Arapiraquense, surpreendidas com a reinfestação pandêmica do inseto conhecido como “paquinhas”, que se alimenta da grama, comunicam aos seus torcedores, imprensa e interessados que a partir do dia 14 do mês corrente, em virtude da restauração e trato fitossanitário do gramado do estádio municipal Cooracy da Mata Fonseca como também da reestruturação das cabines de rádio e TV, haverá paralisação das atividades e jogos no estádio pelo período de 30 a 45 dias.

 

Fonte: Lancepress! Lancepress!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade