inclusão de arquivo javascript

Grêmio demite acusado por dopings; preparador reclama de Mabília | Prata da Casa
Grêmio demite acusado por dopings; preparador reclama de Mabília | Prata da Casa

Prata da Casa

Grêmio demite acusado por dopings; preparador reclama de Mabília

0 Comentário

POR DASSLER MARQUES

No fim da tarde da última segunda-feira, o Grêmio confirmou a demissão ao preparador físico Diego Mello, até então afastado pelo clube. Conforme o Terra publicou na segunda, ele é acusado por jogadores, membros da comissão técnica e dirigentes de ser o responsável pelos dopings de Mateus de Oliveira Silva e Felipe de Figueiredo Ferreira, integrantes da equipe júnior. Contraprova realizada pela CBF mostrou que os atletas fizeram uso da substância estimulante Methylhexaneamine na partida contra o Vitória, em 28 de novembro, pela Copa do Brasil Sub-20. 

Depois de ser demitido na tarde da última segunda, Diego procurou o Terra, mas afirmou que só pretende se pronunciar oficialmente depois dos julgamentos de Mateus e Felipe. O departamento jurídico gremista estuda meios em enquadrar a demissão em justa causa, ideia que ganhou força depois de advogados ouvirem depoimentos de atletas na noite do último domingo, em Presidente Prudente. Vários desses atletas disseram que Diego Mello oferecia suplementos além dos receitados pelo clube, mas ele nega.

O preparador físico, que diz também ter acusações, se defende com o histórico profissional e o fato de ter feito trabalhos fora do Grêmio com jogadores como o meia Carlos Eduardo, revelado pelo clube. Diego Mello e o jogador têm em comum a amizade com Paulo Pelaipe, hoje diretor executivo do Flamengo e, por sinal, responsável pela recontratação de Diego para ser preparador gremista no último ano. Acusado pelos dopings de Mateus e Felipe, ele aponta para uma suposta perseguição da nova diretoria liderada por Fábio Koff. 

Mas as acusações mais duras são ao treinador Marcelo Mabília, que se despediu dos juniores do fim de semana e foi integrado ao grupo profissional. Diego Mello e Mabília discutiram no início de novembro e desde então a relação se deteriorou. Diego já estava afastado há alguns dias e não foi indicado para a Copa São Paulo, com os juniores, nem para a Copa Santiago, com os juvenis. Ele diz que é perseguido por Mabília, que foi orientado pela direção do Grêmio a não conceder entrevistas. 

Os casos de doping e a demissão na sequência já provocaram desdobramentos nesta terça-feira. O radialista Darci Filho, pai de Diego Mello, foi ao Estádio Olímpico atrás de explicações a respeito da dispensa do preparador físico. Diego ainda reclama que fora hostilizado ao levar seu filho ao colégio pela manhã. 

Dassler Marques Dassler Marques

Dassler Marques

Dassler Marques está no Terra desde 2009. Já passou por Trivela, Máquina do Esporte e Folha de S. Paulo, além de contribuir com Bandsports e Placar. Aqui fala mais sobre o mundo do futebol de base.



compartilhe e assine o blog




Sorry, your browser does not handle frames!<a href="http://www.terra.com.br/"> terra </a>

 
 
Leia também X Cruzeiro conquista torneio Sub-12 com 430 equipes em SP