inclusão de arquivo javascript

Dinheiro de banco privado move uma das sensações da Copa São Paulo | Prata da Casa
Dinheiro de banco privado move uma das sensações da Copa São Paulo | Prata da Casa

Prata da Casa

Dinheiro de banco privado move uma das sensações da Copa São Paulo

0 Comentário

Grêmio Osasco está entre os 16 melhores da Copa SP (Foto: Luís Pires / Finephoto)

POR DASSLER MARQUES

É graças ao investimento forte do Bradesco que o Grêmio Osasco sonha com uma grande campanha na Copa São Paulo. Já entre os 16 finalistas, é possível dizer que o modesto clube da Grande São Paulo se superou. Na tarde desta quinta-feira, o Grêmio vai a campo contra o Santos dos ótimos meio-campistas Lucas Otávio, Leandrinho, Pedro Castro e Léo Citadini. A campanha com três vitórias e ainda um empate diante do Internacional, na primeira fase, é fruto do sonho em especial de seu Mário. 

Mário Teixeira é um dos nove membros do Conselho de Administração do Bradesco e quem manda no Grêmio Osasco. “O investidor nos dá toda estrutura”, diz Luciano de Moraes, treinador do time Sub-17 com passagem por equipes maiores como o Corinthians e o Desportivo Brasil, da Traffic. “Temos pagamento em dia, boa qualidade de trabalho, é um clube estruturado hoje. Temos alojamento para a base e os profissionais”, destaca.

Graças ao Bradesco e em especial Mário Teixeira, o Grêmio atraiu patrocinadores de expressão como a Seara, a Visa e a Camp. Com dinheiro em caixa, o clube tem observadores espalhados pelo Brasil e forte trabalho de captação de atletas. “Trazemos jogadores de todo o Brasil. Damos escola, alimentação, temos assistente social, ajuda de custo. Damos todo o suporte”, diz Luciano, que coordena o processo. 

A ligação entre a cidade de Osasco e o Bradesco é quase umbilical, e lá o banco tem uma de suas principais sedes. Os investimentos em um clube de futebol também seriam um pedido do ex-prefeito Emídio Pereira de Souza, do PT. O Bradesco reformou o Estádio José Liberatti, construiu um centro de treinamento e ainda fez um campo de grama sintética. Entre os profissionais, contratou Vampeta para ser diretor de futebol e Baltemar Britto, ex-auxiliar de José Mourinho, para ser o treinador.

O processo de ascensão estadual do Grêmio Osasco é notório. Fundado há seis anos, já está na Série A-2 do Campeonato Paulista e, nas categorias de base, também teve boas campanhas recentes. Seu desafio é quebrar um estigma do qual o futebol 
local ainda não conseguiu se livrar, apesar do meteoro São Caetano: ter um clube realmente forte na Grande São Paulo além dos já tradicionais. Investimento, por enquanto, não falta. 

Leia mais:

- Confira a tabela completa da Copa São Paulo

Dassler Marques Dassler Marques

Dassler Marques

Dassler Marques está no Terra desde 2009. Já passou por Trivela, Máquina do Esporte e Folha de S. Paulo, além de contribuir com Bandsports e Placar. Aqui fala mais sobre o mundo do futebol de base.



compartilhe e assine o blog




Sorry, your browser does not handle frames!<a href="http://www.terra.com.br/"> terra </a>

 
 
Leia também X Cruzeiro conquista torneio Sub-12 com 430 equipes em SP