1 evento ao vivo

Futebol

Não só com Cavani! Chileno Jara "bolinou" Suárez em 2013

Jeff Gross / Getty Images
25 jun 2015
10h56
atualizado às 11h59
  • separator
  • comentários

A expulsão do uruguaio Edinson Cavani na última quarta-feira foi o elemento que começou a pender a partida para o Chile, no Estádio Nacional, em Santiago. O confronto entre o time da casa e o Uruguai mais uma vez teve Gonzalo Jara como maior provocador. Assim como fez com Cavani no 1 a 0 do Chile, na noite passada, o defensor já havia instigado Luis Suárez com uma "bolinada" há dois anos, no mesmo local.

Em março de 2013, o Uruguai visitou o Chile no Estádio Nacional pelas Eliminatórias da Copa do Mundo que seria no ano seguinte. Jara apalpou partes íntimas de Luis Suárez e tomou um soco do atacante. A arbitragem daquela vez não viu a agressão, e o lance ficou por isso mesmo. Ao final, os chilenos venceram por 2 a 0.

 

No última quarta-feira, porém, Jara conseguiu o que queria. Colocou a mão onde não deveria e, em resposta, tomou tapa de Cavani. O revide resultou no segundo cartão amarelo para o uruguaio, que deixou a seleção celeste com um jogador a menos. Menos de vinte minutos depois, o Chile fez o único gol da vitória que o levou às semifinais da Copa América.

À parte o assédio do defensor chileno aos atacantes que marca, o Chile aguarda o sobrevivente entre Bolívia e Peru para conhecer seu próximo adversário na Copa América. A seleção da casa volta a campo às 20h30 (de Brasília) de segunda-feira.

Jara provocou Cavani com uma dedada nesta quarta-feira
Jara provocou Cavani com uma dedada nesta quarta-feira
Foto: Reprodução

 

 
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade