0

Putin conta com investimentos de Abramovich para 2018

3 dez 2010
15h57
atualizado às 17h13
  • separator

O primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, declarou, nesta sexta-feira, que espera que a iniciativa privada do país contribua com as obras de infraestrutura necessárias para organizar a Copa do Mundo de 2018, especialmente o bilionário Roman Abramovich, dono do Chelsea e que esteve presente na comitiva russa em Zurique na quinta-feira, por ocasião da escolha das sedes para os Mundiais de 2018 e 2022.

"Não excluo que o Sr. Abramovich possa fazer parte de um desses projetos. Ele pode colocar a mão no bolso, já que tem bastante dinheiro", disse Putin.

Abramovich, por sua vez, já está analisando suas opções para contribuir com a preparação do país para sediar o maior evento esportivo de sua história desde os Jogos Olímpicos de 1980, quando a Rússia ainda fazia parte da União Soviética.

"Estou pronto para examinar as diferentes opções para participar dos preparativos para a Copa 2018, em parceira com o estado russo", afirmou o bilionário.

O projeto russo para sediar o Mundial em 2018 tem um orçamento de R$ 1 bilhão, além de R$ 6,1 bilhões na construção de 13 estádios e reformas de outroas três arenas.

Roman Abramovich admitiu que poderá contribuir economicamente para a Copa do Mundo de 2018
Roman Abramovich admitiu que poderá contribuir economicamente para a Copa do Mundo de 2018
Foto: AFP
Fonte: Lancepress!
publicidade