2 eventos ao vivo

Quase mil pessoas vão compor a delegação brasileira no Pan de Toronto

16 jun 2015
17h20
  • separator
  • 0
  • comentários

A pouco mais de um ano de sediar os Jogos Olímpicos, o Brasil definiu a delegação que viajará para o Canadá para a disputa do Pan-Americano de Toronto. Entre 10 e 26 de julho, quase mil brasileiros, entre eles 600 atletas, além de técnicos, auxiliares, médicos, fisioterapeutas, oficiais vão desembarcar em terras canadenses para lutar por medalhas em todas as 46 modalidades da competição. A expectativa de gastos com os brasileiros no Canadá é de cerca de 10 milhões de reais, oriundos da Lei Agnelo/Piva.

No Pan-Americano de Guadalajara, em 2011, a delegação verde-amarela contava com 515 atletas. O número só fica atrás do Pan 2007, no Rio de Janeiro, quando o Brasil contou com 660 esportistas. O principal objetivo do Comitê Olímpico do Brasil (COB) é colocar o "Time Brasil" entre os três melhores colocados no quadro geral de medalhas e superar os pódios da última edição, quando o País faturou 141 medalhas, sendo 48 de ouro, 35 de prata e 58 de bronze. O recorde brasileiro foi em 2007, com 157 medalhas (52 de ouro, 40 de prata e 65 de bronze).

"O Comitê Olímpico do Brasil (COB) levará a Toronto uma grande estrutura a fim de dar total apoio aos atletas brasileiros. Sair do Brasil com uma delegação tão grande é um imenso desafio, mas estamos confiantes que nossos atletas representarão muito bem o país. Certamente essa competição motivará ainda mais a todos para os Jogos Olímpicos Rio 2016", explicou Carlos Arthur Nuzman, presidente da entidade.

O Pan de Toronto servirá como uma "importante etapa" na preparação para as Olimpíadas, mas as modalidades tem objetivos diferentes entre si. Algumas vão enviar times secundários e priorizar competições internacionais, como é o caso do basquete e do vôlei, enquanto outras vão com seus principais atletas, como a vela, a ginástica e o hóquei sobre grama, modalidade em que o time masculino precisa figurar no top 6 para garantir qualificação para Rio 2016. Atletismo e natação, por exemplo, utilizarão o torneio para obtenção de índices. Levantamento de peso, pentatlo moderno, taekwondo, tiro esportivo e o triatlo, por exemplo, vão brigar por mais vagas nas Olimpíadas.

A Seleção Brasileira competirá em todas as modalidades olímpicas e em seis pan-americanas (boliche, karatê, esqui aquático, patinação artística, softbol e squash), mas não terá representantes no beisebol, hóquei sobre grama feminino, raquetebol e patinação velocidade. 

A delegação brasileira ficará dividida na Vila Pan-americana principal, localizada no centro de Toronto, e nas outras cinco sub-vilas: Brock University (remo e canoagem), Nottawasaga (tiro esportivo e hipismo), Horseshoe Resort (ciclismo MTB), McMaster University (futebol) e Minden (canoagem slalom).

A abertura oficial da Vila Pan-Americana será no dia 5 de julho. Dois dias antes, porém, as equipes masculina e feminina de polo aquático já poderão se alojar no coração dos Jogos, já que a modalidade terá início três dias antes da abertura oficial da competição. Ao todo, os Jogos Pan-Americanos de Toronto vão reunir mais de 6 mil atletas de 42 países das Américas na disputa por medalhas em 36 esportes e 52 modalidades.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade