0

Quem é quem na Ponte Preta

10 dez 2013
15h47
atualizado às 16h28

Estas são as características dos 11 titulares frequentes da Ponte Preta:.

Roberto: Experiente, é o capitão e o grande líder do time. Foi importante para a chegada da Ponte à final com grandes defesas ao longo da campanha.

Artur: Bom na defesa, o lateral costuma ser improvisado como zagueiro. No apoio, no entanto, costuma deixar a desejar.

César: Com apenas 20 anos, ganhou espaço na equipe ao longo do ano e não vem sentindo a falta de experiência em partidas internacional.

Diego Sacoman: O defensor ganhou mais destaque no cenário nacional pelos gols contra que por boas exibições. Alterna momentos de segurança com erros importantes.

Uendel: Boa alternativa ofensiva pela esquerda. Rodou o país, mas não se firmou em equipes de maior destaque, como Fluminense, Flamengo e Grêmio até encontrar seu espaço na Ponte, em que é unanimidade.

Baraka: Foi comparado pelo técnico Jorginho com Dunga pelo vigor físico e a raça em campo, mas peca na saída de jogo. Vem despertando o interesse de outros clubes no país.

Fernando Bob: Campeão brasileiro pelo Fluminense em 2010, nunca se firmou no time carioca. Marca bem e tem boa técnica, mas erra muitos passes.

Fellipe Bastos: Outro "renegado", está na Ponte emprestado pelo Vasco e vem se destacando por seus chutes pontes e precisos de longa distância. Fez de falta o gol de empate no jogo de ida.

Elias: É o cérebro da equipe. Tem habilidade e visão de jogo para deixar os companheiros na cara do gol e também costuma ir bem nas bolas paradas.

Rildo: Costuma infernizar as defesas adversárias com sua velocidade. É fundamental em uma das principais armas da Ponte, o contra-ataque.

Leonardo: Foi contratado durante a temporada e, com gols, ganhou a posição de William, artilheiro do time em 2013, mas que caiu de rendimento. É um centroavante típico, sem muita habilidade, mas com bom posicionamento e finalizações precisas.

EFE   

compartilhe

publicidade
publicidade