0

René diz que Polícia autorizou clássicos em São Januário

21 mai 2013
09h07
atualizado às 09h50
  • separator
  • 0
  • comentários

O sonho do torcedor vascaíno de acompanhar clássicos em seu estádio parece estar próximo de acontecer. O diretor executivo de futebol do Vasco, René Simões, afirmou que a Polícia Militar deu o aval para a realização dos clássicos em São Januário.

"O vice de patrimônio me avisou que a Polícia Militar autorizou os clássicos em São Januário com 90 a 10 (distribuição de público, com 90% dos ingressos destinados aos mandantes). Vamos levar essa autorização para a CBF para podermos jogar lá. Vamos ver também como vai ficar a situação do Maracanã. Mas vamos lotar São Januário. A torcida tem que comprar a briga do time e apoiar o trabalho", disse o dirigente em entrevista ao programa de rádio Só dá Vasco.

O vice presidente de patrimônio do Vasco, Manuel Barbosa, explicou como foi feito o contato com a Polícia Militar sobre o assunto.

<p>Dirigente ainda define onde atuará em jogos transferidos no início do Campeonato Brasileiro</p>
Dirigente ainda define onde atuará em jogos transferidos no início do Campeonato Brasileiro
Foto: Paulo Sérgio / Agência Lance

"Nós recebemos um comunicado do Gepe (Grupo Especial de Policiamento de Estádios), do comando do Gepe, informando que eles não teriam nada contra desde que fosse 90% nosso e 10% do visitante. Na opinião deles não teria problema se fosse dessa forma", acrescentou.

Como as dependências do Vasco serão usadas para treinos de seleções durante o período da Copa das Confederações, o Vasco não terá seu estádio disponível para as partidas contra Atlético-MG, no dia 5 do próximo mês, e Bahia, no dia 8, válidas pela quarta e quinta rodada do Campeonato Brasileiro, respectivamente. René Simões disse que pretende definir onde o clube mandará esses jogos até esta quarta-feira.

"Eu estava há pouco falando com alguns lugares sobre isso. Temos que fechar isso até quarta-feira. Temos que definir até quarta, pois temos que comunicar a Federação, que comunica a CBF. A CBF vai comunicar a Federação que vai receber o jogo. Tem todo um processo", concluiu.

Fonte: Lancepress! Lancepress!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade