1 evento ao vivo

Renovação de Arouca emperra, e Santos diz que "chegou ao limite"

23 mai 2013
14h37
atualizado às 16h51
  • separator
  • 0
  • comentários

A renovação de contrato do volante Arouca com o Santos está complicada. Em negociação com o jogador desde o início do ano, a diretoria afirma que não oferecerá mais um centavo para prorrogar o vínculo do atleta, que vai até agosto de 2014.

<p>Arouca está com dificuldades para renovar com Santos</p>
Arouca está com dificuldades para renovar com Santos
Foto: Ivan Storti / Agência Lance

As partes divergem em relação aos valores de salário e bonificação (o jogador recebe por produtividade). No último mês, o Santos fez nova proposta, que não atendeu aos interesses do camisa 5. A intenção do clube é renovar até 2016.

Em meio às divergências, o jogador está na lista das possíveis contratações do Cruzeiro, que pretende contar com ele para a disputa do Brasileiro. O Santos, no entanto, nega qualquer contato dos mineiros.

"Ainda estamos confiantes, mas está complicado. Chegamos ao nosso limite orçamentário e não podemos mais avançar em relação a esses problemas que estão travando a negociação", disse Felipe Faro, superintendente de futebol do Santos.

A ideia do Santos é permanecer com o jogador e, para tal, quer solucionar os problemas com Arouca o quanto antes, já que o mesmo poderá assinar um pré-contrato com outra equipe em fevereiro de 2014, a seis meses do fim do seu contrato. No entanto, segundo o vice-presidente Odílio Rodrigues, a renovação pode ser adiada."Vamos tentar resolver isso no final do ano", comentou o cartola.

O Santos teme sofrer com o assédio de clubes europeus na abertura da janela de transferências da Europa, que tem início em julho. Ano passado, Arouca foi alvo da Fiorentina, da Itália.

Na Vila Belmiro desde 2010, após troca envolvendo o volante Rodrigo Souto, Arouca faturou seis títulos (tri do Paulistão, Copa do Brasil, Libertadores e Recopa-Sul Americana), além de convocações para a Seleção Brasileira sob os comandos de Felipe Scolari e Mano Menezes.

Fonte: Lancepress! Lancepress!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade