0

Rinaldi fica na CBF até sexta e anuncia Douglas Costa liberado para Jogos

14 jun 2016
16h41
atualizado às 16h46
  • separator
  • 0
  • comentários

Demitido junto com Dunga do comando da Seleção Brasileira, Gilmar Rinaldi anunciou que não deixará o oposto de coordenador de seleções imediatamente. Com a proximidade dos Jogos Olímpicos, ele auxiliará o processo de transição com os novos profissionais que serão contratados. Trabalhando para conseguir a liberação dos clubes para os atletas virem para as Olimpíadas, ele aproveitou para anunciar que deixou garantido um acordo para a participação de Douglas Costa no torneio.

Com um terno preto com o logo da Confederação Brasileira de Futebol estampado no peito, Rinaldi foi ao auditório da sede da CBF dar um depoimento e responder às perguntas dos jornalistas. Calmamente, o ex-coordenador de seleções assumiu total responsabilidade pelo trabalho no futebol da Seleção. Após afirmar que não guarda nenhuma mágoa, ele disse que ainda permanecerá momentaneamente no cargo. "Vou trabalhar até quinta ou sexta-feira para passar uma série de negociações aos meus sucessores", comentou.

A CBF precisa entregar para o Comitê Olímpico Internacional na próxima quarta-feira uma pré-lista com o nome de 35 jogadores selecionáveis para as Olimpíadas. Rinaldi vinha negociando com os clubes para garantir que os atletas conseguiram vir para o torneio no Rio de Janeiro. "Está muito difícil a liberação deles, mas aproveito para contar que conseguimos a de Douglas Costa junto ao Bayern de Munique", revelou.

Na ajuda que fará na transição dos comandos técnicos, ele afirmou que não tem mais nenhuma influência sobre quem serão os convocados. "A escolha não é minha, apenas vou situar como anda a negociação para que o profissional que venha não parta do zero", esclareceu. Questionado se Micale será efetivado para assumir o comando do time olímpico, Gilmar disse que essa decisão será de Del Nero, presidente da CBF.

Mesmo após o vexame na Copa América Centenário com a precoce eliminação na primeira fase da Seleção Brasileira, Rinaldi afirmou sair satisfeito com o seu trabalho e torce para que consiga deixar um legado. "Espero que não se perca muita coisa que conseguimos mudar com muito trabalho e esforço. "

A CBF ainda não revelou quem serão os substitutos para os cargos de Rinaldi e Dunga. O mais especulado para o cargo de técnico é Tite, atual treinador do Corinthians. Para a coordenação das seleções, existe a possibilidade de que Leonardo, ex-lateral esquerdo da Seleção Brasileira, seja um nome para o posto.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade