1 evento ao vivo

Santos vai à Fifa contra "violações" de Barcelona e Neymar

29 mai 2015
19h23
atualizado às 19h39
  • separator
  • 0
  • comentários

O Santos anunciou nesta sexta-feira que entrou com ação na Fifa para obter indenização após considerar que houve "violações" na transferência do atacante Neymar para o Barcelona há dois anos.

Neymar participa de treino do Barcelona.  29/5/2015.
Neymar participa de treino do Barcelona. 29/5/2015.
Foto: Gustau Nacarino / Reuters

O presidente da equipe paulista, Modesto Roma, disse que o "Santos interpôs uma demanda arbitral diante da Fifa" contra o Barcelona, Neymar, o pai do jogador, Neymar da Silva Santos, e a empresa Neymar Sports e Marketing.

A transferência de Neymar do Santos para o Barça em 2013 esteve cercada de mistério sobre os valores pagos. A Justiça espanhola começou a investigar a negociação depois que um sócio do time catalão questionou os números apresentados pelo clube.

O Barcelona havia dito que pagara 57,1 milhões de euros pelo atacante brasileiro, mas depois voltou atrás e afirmou que o acordo chegou aos 86,2 milhões de euros, incluindo pagamentos ao jogador e à sua família.

"O Santos considera que o Barcelona, o Neymar e a empresa dele incorreram em violações do contrato de transferência e em razão do que reclama uma indenização dos prejuízos, mais juros e despesas", afirmou o presidente santista em pronunciamento, sem citar valores que o clube busca com a ação.

A equipe paulista recebeu 17,1 milhões de euros pela transferência.

As supostas irregularidades na negociação, incluindo possíveis crimes fiscais, levaram o então presidente do Barça, Sandro Rosell, a renunciar. Ele e o atual presidente, Josep María Bartomeu, negam terem cometido qualquer irregularidade. No total, Bartomeu, Rosell e o clube foram acusados de fraudar cerca de 13 milhões de euros em impostos.

O Santos afirmou que cogita ir à Corte Arbitral do Esporte caso a ação na Fifa não seja atendida, prometendo que "fará uso de todas as vias legais disponíveis".

O presidente santista chegou a se emocionar no discurso, a afirmando que ação não é contra o ídolo Neymar. "Não estamos demandando contra o ídolo, mas estamos demandando em prol do Santos. Não nos omitiremos em nada que seja a favor do Santos."

A assessoria do jogador não respondeu de imediato a um pedido de comentário sobre a ação do Santos.

(Reportagem de Tatiana Ramil)

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade