4 eventos ao vivo

Sem Dória por, no mínimo, seis jogos, Oswaldo analisa opções para a zaga

14 mai 2013
09h16

Após a confirmação da permanência do zagueiro Dória na lista da Seleção Brasileira sub-20 para um período de treinos e jogos, o técnico Oswaldo de Oliveira agora começa a quebrar a cabeça para saber quem será seu substituto no setor defensivo do Botafogo. E a disputa ficará entre Antônio Carlos e André Bahia, dupla de zaga considerada reserva.

Correm por fora Rodrigo Defendi, pouco utilizado, e o garoto Matheus Menezes, que ainda não entrou em campo na atual temporada.

– Nós temos o Antônio Carlos e o André Bahia, que jogou muito bem naquela posição, para esta vaga. Ainda temos um tempo para que as coisas se acomodem e ver o que vai acontecer – afirmou o técnico Oswaldo de Oliveira, após a reapresentação do elenco, ontem, no Engenhão.

Desde 2010 no clube, Antônio Carlos foi titular, mas perdeu a posição neste ano, após a contratação de Bolívar e a evolução meteórica de Dória, que formou dupla com ele já na reta final de 2012.

Pesa a favor de André Bahia o fato de, assim como o jovem, ser canhoto. Além disso, ele teve bom desempenho nas poucas vezes que foi exigido neste ano.

Resta ao técnico Oswaldo de Oliveira fazer a sua escolha e trabalhar para manter o bom nível.

Antes, André Bahia jogou

Não é novidade para o Botafogo essa situação. Quando Dória foi convocado para a Seleção Brasileira que enfrentou a Bolívia em um amistoso em Santa Cruz de la Sierra, Oswaldo teve dúvidas entre André Bahia e Antônio Carlos.

Porém, o camisa 3 ainda não estava plenamente recuperado do estiramento na coxa esquerda que sofreu na última rodada da Taça Guanabara, contra o Boavista.

Por isso, André Bahia foi o escolhido, já que estava bem e ganhando ritmo de jogo.

Oswaldo fala sobre a liberação de Gabriel e Vitinho da seleção Sub-20

Fonte: Lancepress! Lancepress!
publicidade