0

Sem Kaká, Brasil terá trio ofensivo para enfrentar a Itália

20 mar 2013
11h28
atualizado às 11h37

Pouco tempo antes do início do treino desta quarta-feira, em Nyon, na Suíça, o técnico Luiz Felipe Scolari praticamente assegurou que o Brasil terá três atacantes para pegar a Itália, nesta quinta-feira. Desta maneira, a formação testa na terça com Neymar, Hulk e Fred formando a linha ofensiva começará a partida.

- Geralmente o time que eu treino no início é o que começa os jogos - explicou.

Com Oscar fazendo a função de meia, Kaká começará a partida no banco de reservas. O jogador do Real Madrid é preparado para começar o jogo diante da Rússia, na segunda-feira, em Londres.

- Kaká será utilizado no decorrer do jogo e, quem sabe, inicia contra a Rússia. Ele terá a chance de jogar para eu ver como será o ambiente com os outros jogadores e projetar como será nos outros jogos - disse o técnico.

A confirmação do 4-3-3, porém, não descarta a possibilidade de o sistema com três zagueiros ser usado no decorrer dos jogos. O treinador, por sua vez, fez ressalvas quanto a formação.

- Treinamos o 3-5-2 da maneira antiga, com um jogador por trás. Mas se for usar, não será desta maneira. Eu irei adiantar um dos jogadores e o único zagueiro que está aqui e que pode fazer essa função é David Luiz - comentou.

Para a partida no Estádio de Genebra, então, o Brasil deverá ter: Julio César, Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz, Filipe Luís; Fernando, Luiz Gustavo, Oscar; Neymar, Hulk e Fred.

TREINO MAIS LEVE

Em função de muitos jogadores terem atuado pelos respectivos clubes no fim de semana e por causa do desgaste causado pela viagem até Genebra, o treinamento desta

quarta-feira não exigirá muito do grupo, segundo o próprio Felipão adiantou.

A atividade teve início pouco depois das 15h (11h de Brasília) com um aquecimento com bola no centro do gramado.

Fonte: Lancepress! Lancepress!
publicidade