Sul-Americana 2008

› Esportes › Futebol › Sulamericana › Sul-Americana 2008

Sul-Americana 2008

Quinta, 23 de outubro de 2008, 00h32 Atualizada às 07h17

Palmeirenses se irritam e discutem com rivais

A derrota do Palmeiras por 1 a 0 para o Argentinos Juniors teve um clima quente após o apito final do árbitro colombiano José Buitrago. Uma confusão generalizada envolveu jogadores das equipes, que disputam a fase de quartas-de-final da Copa Sul-Americana.

» Fotos de Palmeiras x Argentinos Jrs
» ESPN 360: Palmeiras perde
» Palmeiras perde para Argentinos Jrs
» Comente o resultado

O volante Léo Lima foi o primeiro a avançar para cima dos argentinos, dando início a uma confusão no Palestra. O principal alvo foi o meia Escudero, autor do gol da vitória e de uma comemoração inusitada, subindo no trator que pertence ao patrocinador do clube. Léo e Escudero se estranharam, e o árbitro colombiano José Buitrago apenas observou.

O meia Denílson lamentou a postura do Palmeiras após o jogo. Porém, não poupou críticas a Escudero, que é pretendido pelo rival Corinthians para a próxima temporada.

"Ele (Escudero) falou que ia acabar com a minha carreira lá. Isso é futebol, vale tudo, nem sei desse negócio de ele ser corintiano ou não. Mas entramos no jogo deles. Agora acabou, tem o jogo de volta. Temos de perder como profissionais", pediu Denílson.

"Falei sim que ia acabar com a carreira dele, mas são coisas que falamos no calor do jogo" defendeu-se o argentino.

O meio-campista Maicosuel explicou a revolta dos jogadores do Palmeiras, que saíram de campo derrotados. O time alviverde já demonstrava irritação no final da partida, tanto que o zagueiro Gladstone e o meia Evandro acabaram expulsos.

"Sempre quando ganham, eles (argentinos) querem debochar. Nós somos profissionais e não suportamos isso", disse Maicosuel, que entrou em campo no início do segundo tempo. "Eles fizeram gracinha com os nossos torcedores", emendou.

Um dos mais exaltados era o meia Diego Souza, que chegou a chutar uma bola na direção dos argentinos. O técnico Vanderlei Luxemburgo também se mostrou irritado com a polêmica arbitragem da partida. Enquanto isso, José Buitrago observou a confusão de longe, rodeado de policiais.

O Palmeiras reclamou bastante da atuação do apitador colombiano. No primeiro tempo, Léo Lima cobrou uma falta, a bola tocou no travessão e ultrapassou a linha do gol, segundo imagens da televisão. O árbitro mandou seguir.

Na etapa final, Diego Souza usou a paradinha em um pênalti e marcou. O apitador anulou. No segundo arremate, o palmeirense parou no goleiro Torrico, que avançou antes da cobrança.

"Tudo isso foi culpa do árbitro, ele mete a mão, rouba. Ele fez isso", acusou o lateral-esquerdo Leandro, que, poupado pela comissão técnica, integrou o banco de reservas do Palmeiras nesta quarta-feira.

Com informações da agência Lancepress.

Gazeta Press

EFE
Jogadores do Palmeiras discutem com rivais após derrota para Argentino Juniors
Jogadores do Palmeiras discutem com rivais após derrota para Argentino Juniors

Busque outras notícias no Terra