2 eventos ao vivo

Pequeno tremor de terra é sentido durante treino da Seleção

18 jan 2011
20h26
atualizado às 23h07
  • separator
Fábio de Mello Castanho
Direto de Tacna

Um pequeno tremor de terra, comum na cidade que abriga a Seleção Brasileira no Sul-Americano Sub 20, no Peru, foi sentido durante a atividade em uma academia de Tacna na tarde desta terça-feira. Enquanto os titulares se exercitavam, algumas janelas se moveram, mas com o acúmulo de gente em um pequeno espaço, poucos sentiram.

Tacna fica localizada próxima de falhas geológicas e abalos pequenos ocorrem com certa frequência. O tremor desta terça-feira foi sentido por volta das 16h45 (19h45 de Brasília) e ainda não foi registrado o tamanho de sua extensão.

No hotel da Seleção, que abriga alguns hóspedes brasileiros, lustres se mexeram e alguns desceram a escada. A recepcionista conta que acalmou as pessoas, dizendo que o abalo era pequeno e não colocaria ninguém em risco.

O Terra contou, em reportagem publicada na última segunda-feira, sobre o alerta constante contra terremotos na semana. Simulações de evacuação são realizadas periodicamente, principalmente após um tremor forte em 2001 que provocou destruição na cidade. Mais de 240 morreram no Sul do país.

Atividade leve

Os titulares do Brasil tiveram uma atividade física no dia seguinte após a vitória por 4 a 2 sobre o Paraguai. O treino regenerativo na academia ao lado do centro de treinamentos brasileiro chamou a atenção dos peruanos, que buscavam uma foto com Neymar.

Porém, a academia permaneceu fechada no setor em que os brasileiros treinavam, e só a imprensa pôde fazer imagens por cincos minutos. Alguns clientes tiveram de esperar ao lado de fora e um fã do futebol brasileiro, o santista Victor Cortez, lamentou.

"Queria muito tirar uma foto com o Neymar. Ele é muito bom", disse o fã que foi barrado de forma brusca por seguranças peruanos ao tentar se aproximar de Neymar. Os jogadores reservas ainda realizaram um treinamento com bola no local.

Pequenos terremotos são normais na cidade;na foto, zona de segurança para sismos
Pequenos terremotos são normais na cidade;na foto, zona de segurança para sismos
Foto: Fabio de Mello Castanho / Terra

Veja também:

Willian no Arsenal, Rafinha fora do Fla e rodada do Brasileiro são os destaques da Coluna de Vídeo
Fonte: Terra
publicidade