Futebol

publicidade
19 de março de 2013 • 12h28 • atualizado às 13h20

TCE-MT alerta que Arena Pantanal terá que triplicar ritmo da obra

Foto tirada em fevereiro mostra que obras ainda estão longe do fim na Arena Pantanal
Foto: Portal da Copa/ME / Divulgação

O Tribunal de Contas do Estado do Mato Grosso (TCE-MT) publicou relatório de acompanhamento das obras para a Copa em Cuiabá e fez um sério alerta: para cumprir o cronograma, a obra vai ter que acelerar 3,2 vezes o ritmo de conclusão que teve até aqui.

O relatório é de janeiro e, portanto, não contemplou o impacto da saída da construtora Santa Bárbara do consórcio responsável pela construção da Arena Pantanal, anunciada na semana passada. A Mendes Júnior já assumiu todo o contrato com o governo do Mato Grosso e prepara, agora, um plano de trabalho detalhado para acelerar o andamento da obra. Hoje, a Arena Pantanal está com 62% de conclusão, segundo levantamento de fevereiro.

A Secopa-MT informou que até maio está planejada a contratação de mais 400 operários, o que significa um incremento de 50% dos atuais 800 trabalhadores. No pico da obra, serão 1,2 mil no total e desde dezembro foi implementado o segundo turno de trabalho.

Vigas, lajes e arquibancadas foram concluídas em todos os setores e a colocação das torres de sustentação da futura cobertura começou este mês. A Arena Pantanal está sendo construída a um custo de R$ 519 milhões e vai receber quatro jogos na Copa do Mundo de 2014, todos da fase de grupo.

<a data-cke-saved-href=" http://www.terra.com.br/esportes/infograficos/projetos-e-obras-copa-2014/iframe.htm" href=" http://www.terra.com.br/esportes/infograficos/projetos-e-obras-copa-2014/iframe.htm">veja o infográfico</a>
Lancepress!