0

Técnico da Argélia admite ter jogado por empate contra Angola

19 jan 2010
16h23
atualizado às 16h27

O técnico da Argélia, Rabah Saadane, confessou ter pedido aos seus jogadores que diminuíssem o ritmo de jogo contra Angola. A partida, que terminou empatada sem gols, classificou ambas as seleções às quartas de final da Copa Africana.

A seleção de Mali, que venceu Malawi e seria poderia se classficar caso não houvesse o empate entre Angola e Argélia, entrou com um protesto junto a Confederação Africana de Futebol (CAF). A equipe alega que ambos os lados jogaram sem o objetivo de fazer gol, o que contraria as normas éticas da Fifa.

"Eu jogo de acordo com as regras, e nos 20 minutos finais Mali vencia por 3 a 1. Sabíamos que se Mali vencesse, seríamos desclassificados, então disse aos jogadores: 'agora parem de tentar o gol'", afirmou Saadane à BBC.

O goleiro de Angola, Rui Marques, insistiu não haver nenhum inconveniente. Ele defende a ideia de que nenhuma equipes se arriscariam a sofrer um gol.

"Não acho que algum time queira correr o risco de tomar um gol e talvez se desclassificar do torneio", disse.

Jogo entre Angola e Argélia terminou empatado e desclassificou a seleção de Mali
Jogo entre Angola e Argélia terminou empatado e desclassificou a seleção de Mali
Foto: AFP
Fonte: Terra
publicidade