0

Único zagueiro a balançar as redes, Paulão quer comemorar, agora, no Mineirão

22 mar 2013
14h04

Para muitos torcedores do Cruzeiro, o jogador Paulão ainda era uma incógnita no time celeste. Pouco conhecido por parte da China Azul, o zagueiro chegou com mais fama devido ao apelido de Caveirão, do que pelo bom futebol que demonstrou até o momento. Seis rodadas após o início do Campeonato Mineiro, Paulão é o único zagueiro absoluto do Cruzeiro, atuando em todos os jogos do clube.

As boas apresentações já rendem elogios por parte dos companheiros e, agora mais tranquilos, torcedores da Raposa. Com apenas um cartão amerelo em seis partidas, o zagueiro está de vez, em lua de mel com a torcida.

- Eu fico muito feliz, pela Torcida ter me abraçado desta maneira, com esse carinho, e um pouco como essa referência ali na zaga. Mas eu divido isso também com os meus companheiros, pois, sem eles, eu não teria isso.

Por falar em torcida, no início do ano, Paulão chegou a afirmar que gostaria de marcar os gols apenas quando o necessário. Caso contrário, o torcedor ficaria mal acostumado. Mas, desde a pré-temporada, a história tem sido diferente. Paulão marcou no amistoso diante do Mamoré, e contra o Araxá, já no Campeonato Mineiro. Único zagueiro que balançou as redes até o momento, o beque quer, agora, comemorar no Mineirão.

- No último jogo tive duas chances e não consegui converter. Fiz os gols no interior, a torcida do interior já viu, mas os torcedores da capital ainda não viram. Vou em busca, temos outros jogos dentro de casa, espero fazer esse gol para a nossa torcida também no Mineirão - completou.

Apesar do bom momento individual, o jogador elogiou os companheiros e a força do grupo do Cruzeiro, presente antes mesmo da primeira vitória celeste, diante do rival Atlético-MG.

- Você não consegue as coisas sozinho, não pode ser estrela. Comigo ali estiveram o Nirley, o Bruno (Rodrigo), o Thiago (Carvalho), o Fábio e os outros jogadores do setor. Fico muito feliz e agradeço a todos pelo apoio, tanto nos estádios como nas ruas - finalizou.

Fonte: Lancepress! Lancepress!
publicidade