2 eventos ao vivo

Uruguai busca vaga nas semifinais contra fraco Taiti

22 jun 2013
16h19
atualizado às 16h33

Após a importante vitória sobre a Nigéria (2-1) na última quinta-feira, o Uruguai irá buscar neste domingo a classificação às semifinais da Copa das Confederações contra o fraco Taiti, e tentará marcar o máximo do gols para evitar qualquer tipo de surpresa.

A partida entre o campeão da América do Sul, que tem entre seus jogadores estrelas cobiçadas como Luis Suárez e Edinson Cavani, e o Taiti, campeão da Oceania que conta com apenas um jogador profissional, será disputada na Arena Pernambuco de Recife a partir das 16h00, horário de Brasília.

No mesmo momento, Espanha e Nigéria duelarão no estádio Castelão de Fortaleza para definir o Grupo B.

A Espanha, que ainda não se garantiu matematicamente nas semifinais, lidera a chave com seis pontos e +11 gols de saldo.

Nigéria e Uruguai seguem com três pontos, mas os africanos estão na segunda colocação por terem melhor saldo (+4 contro 0), e o Taiti é o lanterninha com nenhum ponto e -15 de saldo.

Caso a Nigéria consiga o milagre de derrotar os campeão do Mundo em Fortaleza e o Uruguai siga a lógica e derrote os taitianos, a classificação seria definida pelo saldo de gols. Por isso, a 'Celeste' precisa golear seu rival polinésio para evitar qualquer surpresa.

"Isso é possível, mas pouco provável", disse o técnico uruguaio, Oscar Tabárez, sobre a possibilidade da Espanha perder para a Nigéria.

"Não acho que seja impossível, pode acontecer, mas me parece difícil considerando o desempenho da Espanha nos últimos quatro anos", continuou.

Os espanhóis, atuais campeões mundiais e bicampeões europeus, ostentam uma invencibilidade de mais de três anos em 27 partidas oficiais, desde a derrota por 1-0 para a Suíça na estreia no Mundial da África do Sul em 2010.

Tabárez admitiu que, apesar do Uruguai enfrentar uma equipe que levou duras goleadas, "é muito difícil entrar em campo com o objetivo de fazer uma determinada quantidade de gols, mas se a Nigéria não derrotar a Espanha, como é mais provável, só vamos precisar vencer para nos classificar".

Taiti perdeu de 6-1 para a Nigéria na estreia e depois levou de 10 da 'Fúria' na maior goleada em um torneio organizado pela Fifa com seleções principais.

Apesar da clara inocência do adversário, os jogadores uruguaios pregam respeito.

"Taiti é o rival mais fraco, mas não nos sentimos já nas semifinais, os jogos precisam ser jogados", destacou o atacante Suárez do Liverpool inglês.

"Sabemos que vamos enfrentar um rival inferior, mas primeiro precisamos ganhar para festejar a classificação", afirmou o volante Cristian Rodríguez, do Atlético de Madri.

O próprio Rodríguez poderá ser um dos jogadores polpados neste domingo, assim como Cavani e Maxi Perreira, caso Tabárez mexa na equipe.

Esses jogadores sofreram os maiores desgastes nas três partidas que a Celeste disputou em nove dias, entre 11 e 20 de junho, contra Venezuela pelas eliminatórias sul-americanas e contra Espanha e Nigéria pela Copa das Confederações.

O zagueiro e capitão Diego Lugano é o único desfalque certo já que terá que cumprir uma partida de suspensão por acúmulo de cartões amarelos, e será substituído por Sebastián Coates.

Curiosamente, os jogadores Diego Pérez, Sebastián Eguren e Diego Forlán e o preparador físico José Herrera ficaram presos no elevador do hotel onde está hospedada a seleção uruguaia em Recife, o que acabou atrasando a coletiva de imprensa do técnico Oscar Tabárez em mais de 30 minutos.

Uruguai: Fernando Muslera - Maxi Pereira (ou Matías Aguirregaray), Sebastián Coates, Diego Godín, Martín Cáceres - Walter Gargano, Egidio Arevalo Ríos, Cristian Rodríguez (ou Nicolás Lodeiro) - Edinson Cavani (ou Abel Hernández), Luis Suárez e Diego Forlán. T: Oscar Tabárez.

Taiti: Mickael Roche - Ricky Aitamai, Teheivarii Ludivion, Nicolas Vallar, Jonathan Tehau, Edson Lemaire - Heimano Bourebare, Henri Caroine, Marama Vahirua, Steevy Chong Hue - Alvin Tehau. T: Eddy Etaeta.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
publicidade