0

Van Persie faz gol e abre vitória do United no seu reencontro com o Arsenal

3 nov 2012
18h10

O holandês Robin van Persie não se abateu com as provocações da torcida do Arsenal e foi fundamental para a vitória deste sábado do Manchester United por 2 a 1 sobre sua ex-equipe, em Old Trafford, pela 10ª rodada do Campeonato Inglês; resultado que serviu para tirou do Chelsea da liderança da competição.

O atacante, contratado em agosto por aproximadamente R$ 73 milhões, marcou o primeiro gol dos 'Diabos Vermelhos', logo aos três minutos de partida. A jogada da abertura de placar passou pelos pés do lateral direito Rafael, que cruzou, contou com a pixotada do defensor belga Thomas Vermaelen que fez a bola sobrar para Van Persie, que emendou de primeira sem chances para Vito Mannone.

O Manchester United só conseguiu ampliar o placar aos 22 do segundo tempo. Após cruzamento da direita de Wayne Rooney, o lateral esquerdo Patrice Evra subiu no meio da zaga 'gunner' e cabeceou para o fundo das redes.

O gol de honra do Arsenal saiu aos 49 minutos da etapa final, com o meia Santi Cazorla. O espanhol pegou uma sobra de bola dentro da área, deu dois dribles em Rafael, e emendou belo chute de perna direita no ângulo de David De Gea, descontando para os visitantes.

Com a vitória, o Manchester chegou aos 24 pontos e ultrapassou o Chelsea, que apenas empatou fora de casa com o Swansea, em 1 a 1, numa partida marcada por um forte temporada, com direito a chuva de granizo, no Liberty Stadium, localizado no País de Gales.

Os "Blues", que começaram a rodada como líderes, até saíram na frente, com gol de Victor Moses, aos 16 minutos do segundo tempo. O atacante nigeriano marcou de cabeça após cruzamento na medida feito por Oscar.

Logo depois de aberto o placar, a chuva que caía no local da partida se intensificou. Os jogadores, além do gramado encharcado eram atingidos por pequenas pedras de gelo. Aos 43 do segundo, depois de bate e rebate na área do Chelsea, o espanhol Pablo Hernández pegou sobra dentro da área e empatou o jogo.

Com o resultado, os londrinos estão agora com 23 pontos ganhos, ficando um atrás do Manchester United. A vantagem é a mesma com relação ao terceiro colocado, Manchester United, que hoje empatou em 0 a 0 com o West Ham, fora de casa.

Com equipe mais qualificada, os 'Citizens' pressionaram mais e tiveram o triplo de finalizações (18 a 6). A grande chance do jogo veio aos 25 do segundo tempo, com Gareth Barry, que parou na defesa de Jussi Jaaskelainen. O técnico da seleção inglesa, Roy Hodgson, acompanhou a partida.

Ainda neste sábado, o Tottenham voltou a demonstrar a irregularidade que apresentou no início da temporada e caiu, em casa, diante do Wigan, por 1 a 0. O gol da equipe visitante foi marcado por Ben Watson, aos 11 minutos do segundo tempo.

A derrota fez com que o time de André Villas-Boas perdesse ótima chance de se aproximar do bloco formado por Manchester United, Chelsea e Manchester City, que ocupam as primeiras colocações do Inglês. O Tottenham, assim, segue em quinto, com 17 pontos ganhos.

O time londrino ainda caiu uma posição, com o empate em 2 a 2 entre Fulham e Everton. O time de Liverpool, com isso, também chegou aos 17 pontos e assumiu o quarto lugar. Howard (contra) e Sidwell marcaram para o time da casa, e Fellaini, fez os dois do Everton.

Nas outras partidas desse sábado, o Norwich bateu o Stoke City por 1 a 0 e subiu para a 10ª colocação no campeonato e o Aston Villa se afastou da zona de rebaixamento ao vencer fora de casa o Sunderland, também pelo placar mínino.

EFE   
publicidade