0

Falcão marca, e Orlândia bate Corinthians no primeiro jogo da semi

10 set 2012
19h49
atualizado às 19h56

Apesar de jogar no ginásio do Parque São Jorge, a Intelli/Orlândia derrotou o Corinthians por 2 a 1 e saiu na frente na luta por uma vaga na decisão da Liga Futsal. O confronto aconteceu na noite desta segunda-feira.

Com a vitória, o time do ala Falcão, que marcou um gol no jogo, joga por um empate na partida de volta, que acontecerá na próxima segunda-feira, em São Sebastião do Paraíso, Minas Gerais. Isso acontecerá porque o ginásio de Orlândia não tem capacidade para receber partidas válidas a partir da fase semifinal.

Com os dois times se respeitando muito e as marcações levando vantagem na maioria das vezes, a maior parte das chances de gol criadas aconteceram em chutes de fora da área. No primeiro tempo, cada time teve uma grande chance desperdiçada frente a frente com o goleiro adversário. A primeira foi de Falcão, que recebeu pela direita e bateu no peito de Guiga. Em seguida, o ala corintiano Rafael roubou a bola, avançou e parou em Guitta, que espalmou chute cruzado.

Mais incisivo no ataque, o time casa abriu o placar aos 16 minutos. Leandro tocou para Simi, que atraiu a marcação e devolveu a bola para o companheiro, que driblou o goleiro e rolou para o fundo das redes.

Na segunda etapa, o time do interior saiu mais para o ataque e empatou logo aos sete minutos. Após escanteio, Falcão pegou de primeira e o goleiro espalmou. Dentro da área, Cabreúva puxou Vinicius e o juiz marcou pênalti. Falcão cobrou com categoria e empatou.

O Corinthians quase passou a frente novamente aos 11 minutos, mas Deives salvou de carrinho praticamente em cima da linha. Dois minutos depois, mais um contra-ataque, dessa vez para o time de Orlândia. O mesmo Deives passou para Augusto, que tocou na saída do goleiro e virou o placar.

Em desvantagem, o Corinthians passou a jogar com o ala Jackson de goleiro linha para buscar ao menos o empate. O próprio Jackson teve três bons lances em chutes de fora da área, mas parou nas grandes defesas do goleiro Guitta, que garantiu a vitória a equipe da Intelli/Orlândia.

Sem as estrelas Neymar e Lucas, que foram convocados pela Seleção Brasileira, Santos e São Paulo não fizeram um bom jogo e não saíram do zero no clássico disputado na Vila Belmiro. Os artilheiros Luís Fabiano (à esq.) e André (à dir.) passaram em branco e não conseguiram vazar as defesas adversárias
Sem as estrelas Neymar e Lucas, que foram convocados pela Seleção Brasileira, Santos e São Paulo não fizeram um bom jogo e não saíram do zero no clássico disputado na Vila Belmiro. Os artilheiros Luís Fabiano (à esq.) e André (à dir.) passaram em branco e não conseguiram vazar as defesas adversárias
Foto: Léo Pinheiro / Terra
Fonte: Terra
publicidade