1 evento ao vivo

Orlândia empata com Joinville, fatura Liga Futsal e consagra Falcão

1 out 2012
20h47
atualizado em 2/10/2012 às 00h15

Após vencer a partida de ida por 1 a 0, o Orlândia se recuperou no segundo tempo, empatou por 4 a 4 (depois de estar perdendo por 4 a 0) e faturou o inédito título da Liga Futsal. A conquista consagrou ainda mais o astro Falcão, que somou o sétimo troféu na competição nacional.

Falcão marcou um gol e conduziu o Orlândia ao título inédito da Liga Futsal
Falcão marcou um gol e conduziu o Orlândia ao título inédito da Liga Futsal
Foto: Luciano Bergamaschi/CBFS / Divulgação

Atuando no sacrifício, Falcão (que acusou dores na coxa direita lesionada na semifinal várias vezes em quadra), marcou um gol, deu uma assistência e contribuiu efetivamente para virar heptacampeão da liga (1999, 2005, 2007, 2008, 2010, 2011 e 2012). O ala, inclusive, disputou a nona final consecutiva do torneio.

O duelo foi realizado na cidade mineira de São Sebastião do Paraíso porque o ginásio de Orlândia (que comporta 2.000 expectadores) tem uma capacidade inferior à prevista no regulamento (que exige uma arena para 3.000 pessoas nas partidas finais).

No primeiro jogo da final, disputado na última quinta-feira, o Joinville - contando com o apoio de sua torcida - pressionou os 40 minutos e não conseguiu furar o goleiro Guitta. Fato que caiu por terra em apenas cinco minutos nesta segunda-feira. O fixo Ricardinho bateu forte após jogada ensaiada e abriu o placar na Arena João Mambrini.

O tento precoce animou a equipe do experiente técnico Fernando Ferretti. Aos 10min, depois de rápida troca de passes, o ala Café ampliou e tranquilizou os ânimos do Joinville, que (com gols de Ricardinho novamente e Leco) foi ao intervalo com uma vantagem de 4 a 0.

O Orlândia, porém, juntou os cacos e voltou com uma postura totalmente diferente na etapa complementar. Em quatro minutos, fez três gols (Jé, duas vezes, e Falcão) e apimentou o confronto. Na sequência, o embate ficou equilibrado. Com o resultado, o Joinville levaria a decisão para a prorrogação. Mas, quando restavam menos de dois minutos para o estouro do cronômetro, Vinícius aproveitou jogada rápida e igualou. O tento sacramentou o título inédito do time paulista.

Fonte: Terra
publicidade