0

Novato na seleção, goleiro Guitta quer mostrar serviço

9 jul 2011
16h49
atualizado às 17h21

Depois da atuação fundamental na vitória do ADC Intelli frente ao Florianópolis, na última quarta-feira, pela Liga Futsal, o goleiro Guitta seguiu viagem para Foz do Iguaçu, onde se apresentou à Seleção Brasileira.

Tite: O técnico do Corinthians virou alvo de brincadeira no Twitter com este perfil falso, que imita o discurso articulado e rebuscado utilizado pelo treinador em suas entrevistas. Muitas vezes inventando palavras complicadas ou escrevendo frases sem sentido, a página gerou a ira do Tite verdadeiro, que já até ofendeu o criador do perfil. Confira a seguir mais perfis "fakes" de personalidades do futebol na rede social
Tite: O técnico do Corinthians virou alvo de brincadeira no Twitter com este perfil falso, que imita o discurso articulado e rebuscado utilizado pelo treinador em suas entrevistas. Muitas vezes inventando palavras complicadas ou escrevendo frases sem sentido, a página gerou a ira do Tite verdadeiro, que já até ofendeu o criador do perfil. Confira a seguir mais perfis "fakes" de personalidades do futebol na rede social
Foto: Twitter / Reprodução

Os amistosos válidos pelo Desafio Internacional de futsal, diante do Paraguai, representam a primeira oportunidade do jovem goleiro de 24 anos no time nacional.

"Estava dormindo quando recebi a notícia da convocação, e posso falar que nunca fiquei tão feliz em ser acordado", disse Guitta, considerado o melhor goleiro do estado de São Paulo em 2010.

Na seleção, ele substitui o goleiro Tiago, que estava há muito tempo sem jogar e foi poupado dos amistosos. Guitta, curiosamente, também se chama Thiago, mas carrega o apelido de infância. "Meu irmão me chamava desse apelido quando eu era criança por causa do Higuita."

Enquanto a maioria dos jogadores convocados por Marcos Sorato tem experiência em Seleção, Guitta foi lembrado pela primeira vez por conta das boas partidas que deram ao ADC Intelli a terceira colocação da primeira fase da Liga Futsal.

"Todos os jogadores sonham em atingir este objetivo, comigo não é diferente. Sempre temos o sonho de defender o Brasil e para mim este momento chegou. Sei que agora terei de demonstrar o que apresento na Intelli também na Seleção Brasileira. Quero manter a seriedade e me esforçar no trabalho, retribuindo a recepção que tive com o grupo de jogadores", disse Guitta, que sonha com uma chance no Grand Prix, que será disputada em outubro.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

publicidade