0

Novo presidente da CBFS promove mudança e demite diretor de Seleções

10 jul 2014
19h20

Renan Tavares, que assumiu a presidência da Confederação Brasileira de Futsal (CBFS), já começou a promover mudanças na comissão técnica do principal time do país. Desta forma, o mandatário anunciou nesta quinta-feira que o então diretor de Seleções, Edson Nogueira, está fora da delegação. De acordo com a entidade, a medida faz parte da nova filosofia de trabalho adotada pela gestão.

"Somos heptacampeões mundiais e iremos lutar para continuarmos com a hegemonia no Mundial da FIFA previsto para acontecer em 2016, na Colômbia", explicou o presidente Renan Tavares, que assumiu o cargo no dia 8 de junho e ainda deve realizar alterações na supervisão e no comando técnico da Seleção Brasileira.

O nome de Edson Domingues Nogueira já não era unanimidade mesmo antes de Edson Tavares assumir a presidência. Depois de deixar a Seleção Brasileira, o craque Falcão afirmou o estar muito irritado com o modo encontrado pelo então diretor para comandar a equipe, alegando que Edson tentava implantar um regime ditatorial.

Nesta quinta-feira, a mudança recebeu o apoio de outras federações pelo país. o presidente da Federação Paulista de Futsal (FPFS), Ciro Fontão, que comanda uma das ligas estaduais mais fortes do país, manifestou apoio a Renan Tavares, defendendo que esta mudança era necessária.

"Vejo realmente que é o que deveria acontecer já há muito tempo. Eu dei total apoio de São Paulo para que o Renan Tavares, como novo presidente, tenha oportunidade para tentar levar ou resolver as adversidades enfrentadas pela CBFS, sempre de acordo com os pensamentos das federações. Ele tem uma missão difícil, precisa resolver os problemas", afirmou o dirigente paulista.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

publicidade