1 evento ao vivo

Ginasta de 13 anos conquista quatro medalhas na Rússia

19 mai 2013
15h19
atualizado às 15h48

Tamires Veiga, de apenas 13 anos, já pode ser considerada como um das esperanças da ginástica brasileira. A jovem atleta conquistou, neste sábado, na Alexander Dityatin Cup, em São Petersburgo, na Rússia, quatro medalhas na categoria juvenil.

O campeonato homenageia Alexander Nikolaievich Dityatin, 10 vezes medalhista olímpico e primeiro homem a tirar uma nota 10 em uma competição olímpica, e chegou a sua 13ª edição em 2013.

A jovem atleta passou a fazer parte do time juvenil e começou a disputar competições internacionais em 2012, porém já se destacava nas categorias pré-infantil, infantil e mirim, desde 2009

Tamires, atleta do Cegin, faz parte de um projeto do Movimento LiveWright, em parceira com a Federação Paranaense de Ginástica. Ela conquistou a medalha de ouro na trave, com a nota 13.325, bronze no salto sobre o cavalo, com a nota 13.288, bronze no solo, com a nota 13.200, e prata no geral, com a nota 51.335.

O Brasil também subiu ao pódio na categoria adulta com Mariana Valentin, que ficou com o bronze no solo com 10.625 pontos.

O desempenho de 2013 superou o de 2012, quando a ginástica feminina conquistou três medalhas.

LiveWright

Fundado em 2011 por um grupo de empresários, o LiveWright é um movimento sem fins lucrativos e tem como objetivo principal desenvolver o esporte olímpico brasileiro.

O LiveWright se inspirou no sonho do empresário Roger Wright, que acreditava que se as crianças tivessem heróis nos quais pudessem se inspirar, teriam chances de uma vida melhor, em um país mais justo. Wright era velejador e foi um dos grandes incentivadores do projeto de trazer uma Olimpíada para o Brasil.

O LiveWright acredita que promover heróis no Brasil é uma maneira de trazer esperança e novas alternativas para o futuro. Ele reúne alguns dos principais empresários do Brasil, além de esportistas e personalidades de grande relevância. Os atuais parceiros do LiveWright são Camargo Correa, CBMM, Cielo, Volvo, Raízen, MRS, Klabin, Credit-Suisse. Os atuais projetos contam com recursos incentivados do Ministério do Esporte, por meio da Lei de Incentivo ao Esporte.

Fonte: Lancepress! Lancepress!

compartilhe

publicidade
publicidade