0

Campeão olímpico tem só dois patrocínios e é agenciado por ginasta

7 ago 2012
05h40
atualizado às 13h38

A vida de Arthur Zanetti deve passar por uma revolução depois da medalha de ouro obtida na prova das argolas dos Jogos Olímpicos. Até a competição em Londres, o atleta nascido em São Caetano do Sul não estava entre os grandes nomes do esporte nacional e, assim, desfrutava de apenas dois patrocinadores particulares, além do natural apoio de seu clube, a Sociedade Esportiva Recreativa Cultural Santa Maria (Serc).

» Vote na maior decepção brasileira nos Jogos de Londres
» Escolha o esporte e assista aos vídeos da Olimpíada de Londres
» Saiba tudo sobre os medalhistas do Brasil em Londres
» Veja como foram as conquistas dos brasileiros
» Confira a programação de ao vivo do Terra
» Veja a agenda e resultados dos Jogos de Londres

"Quando falamos de patrocíno individual, o Arthur tem a Sadia, que também apoia outros atletas da ginástica: o Diego Hypólito e o Sérgio Sasaki. Eles também ajudam a própria Confederação Brasileira de Ginástica e representantes do judô e da natação", explicou Mosiah Rodrigues, que faz a gestão da carreira do campeão olímpico e paralelamente disputa seu último ano como ginasta. Zanetti também é patrocinado pela Caixa Econômica Federal.

Neste momento, Rodrigues promete dar mais atenção à atividade como gestor e abandonar, aos poucos, a carreira que lhe rendeu medalhas nacionais, de Jogos Sul-Americanos e Pan-Americanos, além da chance de representar o Brasil na Olimpíada de 2004. Os negócios envolvendo Arthur Zanetti prometem embalar com a conquista do título em Londres. Finalmente, a ginástica brasileira masculina não ficará restrita à imagem de Diego Hypólito, que retorna de Londres mais uma vez sem resultados expressivos.

"O meu trabalho já vinha sendo realizado antes da medalha, auxiliando o Arthur para conseguir parceiros e melhorar a estrutura. A ideia é deixá-lo tranquilo apenas para realizar a sua função como ginasta. Agora esperamos aproveitar essa conquista para conquistar mais coisas", afirma Mosiah Rodrigues.

Por outro lado, aqueles que conhecem a realidade dos esportes que vivem à margem do futebol lembram que Arthur Zanetti não deve esperar "rios de dinheiro" mesmo depois da conquista. "Eu já tive contato com campeões olímpicos e medalhistas de outros esportes, há certa dificuldade mesmo com a medalha. Vamos trabalhar para abrir portas, sabemos que a nossa modalidade está conquistando degrau por degrau, já tivemos conquistas importantes e até um título mundial", recorda o agente da nova estrela nacional.

Além de aumentar a verba financeira, Mosiah Rodrigues reconhece a importância de incorporar uma imagem de ídolo para Arthur Zanetti. Embora jovem, o ginasta, 22 anos, é elogiado pela inteligência e serenidade. O carisma costuma ser importante no contato com torcedores e futuros praticantes.

"O Arthur é um cara centrado, que sabe, por exemplo, conversar muito bem com a mídia. Terá uma vitrine a desfrutar, todos vão conhecer esse aparelho da ginástica, como funciona as argolas, o atleta vira uma referência. Aliás, acho que o Arthur nem precisa de um trabalho específico em torno da sua imagem", comenta Mosiah Rodrigues.

Olimpíada ao vivo no Terra
O Terra, maior empresa de internet da América Latina, transmite ao vivo e em alta definição (HD) todas as modalidades dos Jogos Olímpicos de Londres. Com reportagens especiais e acompanhamento do dia a dia dos atletas, a cobertura conta com textos,vídeos,fotos, e participação do internautae repercussão no Facebook.Siga também a cobertura no Twitter e participe com a hashtag: #TerraLondres2012

Zanetti conquistou a medalha de ouro para o Brasil
Zanetti conquistou a medalha de ouro para o Brasil
Foto: Getty Images
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade