3 eventos ao vivo

Com bronze na ginástica, Brasil chega a 100 medalhas em Toronto 2015

20 jul 2015
13h20
  • separator
  • 0
  • comentários

Foi da ginasta Angélica Kvieczynski a 100ª medalha do Brasil nos Jogos Pan-Americanos de Toronto 2015. Na manhã desta segunda-feira, ela conquistou o bronze na prova de fitas da ginástica rítmica desportiva e fez o País quebrar a marca centenária no quadro de medalhas.

Angélica, bronze no arco e quarta colocada no individual geral, anotou 15.633 na final de fitas, nesta segunda-feira. O ouro foi da norte-americana Laura Zeng, com 16.267, logo à frente de sua compatriota Jasmine Kerber, com 15.992. Natália Gaudio ficou na oitava posição.

Esta é a quinta edição consecutiva em que o Brasil supera a marca centenária no quadro de medalhas dos Jogos Pan-Americanos. A primeira vez que isso ocorreu foi em Winnipeg 1999, também no Canadá, com 101 medalhas. Em Santo Domingo 2003, foram 122. No Rio de Janeiro 2007, 157. E em Guadalajara 2011, 141.

Mais cedo nesta segunda-feira. Angélica ficou com a quinta colocação na final das maças, com 15. 267. O ouro foi da norte-americana Laura Zeng, com 16.167, seguida por Patricia Bezzoubenko, com 15.933, e Jasmine Kerber com 15.833. Outra brasileira na prova, Natália Gaudio acabou na oitava colocação, com 13.633.

A 101ª medalha nacional em Toronto 2015 saiu pouco depois, também na ginástica rítmica desportiva. A Seleção Brasileira ficou com a prata na prova por equipes combinada de arcos e maças, com a nota de 14.682 na final desta segunda-feira, superada apenas pelos Estados Unidos, com 14.983. O bronze foi do Canadá, com 13.709.

A equipe nacional era considerada favorita ao ouro no arcos e maças por causa de seu desempenho nos dias anteriores em Toronto. A Seleção foi campeã da prova geral por equipes e também da de fitas. Na final geral, sua apresentação de arcos e maças recebeu nota de 15.433 contra 14.675 dos Estados Unidos.

Com 101 pódios conquistados, o Brasil aparece na terceira colocação do quadro de medalhas. Já foram 30 ouros, 29 pratas e 42 bronzes. A liderança é dos Estados Unidos, seguidos pelo Canadá, país anfitrião e que ocupou o primeiro posto da disputa nos dias iniciai do Pan de Toronto.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade