0

Ginasta é velada em Vitória; polícia nega embriaguez de motorista

17 set 2012
15h25
atualizado às 17h27

Vítima fatal de um acidente na rodovia BR-262 neste domingo, a ginasta Eduarda Mello Queiroz foi velada nesta segunda-feira no Cemitério Parque da Paz, no Espírito Santo. O enterro do corpo foi marcado para começar às 16h (de Brasília).

Eduarda Mello morreu neste domingo em acidente automobilístico
Eduarda Mello morreu neste domingo em acidente automobilístico
Foto: Futura Press

De acordo com informações da Gazeta de Vitória, o velório conta com grande presença de pessoas - dentre eles a mãe de Eduarda - a ex-técnica da Seleção Brasileira de ginástica rítmica, Mônika Queiroz - o pai Eduardo Mello e o irmão Kaio Mello, 16 anos, que chegaram ao local por volta das 9h30 (de Brasília).

Mônika estava na Bahia, participando de uma clínica de treinamento para ginastas e teve dificuldades para encontrar voos para o Espírito Santo. Ela só desembarcou em Vitória no início da noite de domingo - dia do acidente - e passou mal no aeroporto e precisou ser levada por parentes e pela presidente da Federação Capixaba de Ginástica Rítmica, que a esperavam no saguão.

Eduarda voltava de uma casa noturna em Marechal Floriano quando, por volta das 6h de domingo, o carro em que estava perdeu o controle e capotou, despencando cerca de 20 m de um barranco. A atleta, 17 anos, estava sem cinto de segurança e foi arremessada do veículo, morrendo no local.

Também ginasta da Seleção Brasileira, Natália Gaudio estava no banco do carona e sofreu apenas escoriações leves. O motorista Luiz Felipe Costa encontra-se em estado grave no hospital. A polícia negou que ele estivesse alcoolizado no momento do acidente, apesar de o teste de bafômetro não ter sido realizado.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

publicidade