0

Promessa, Zanetti aposta em "cabeça forte" para chegar à final

22 jul 2012
08h53
atualizado às 09h20
Marina Novaes
Direto de Londres

Considerado uma das grandes esperanças do Brasil por uma medalha olímpica em 2012, o ginasta paulista Arthur Zanetti, 22 anos, aposta em um intenso trabalho psicológico para não ceder à pressão e conseguir chegar à final na competição de ginástica artística masculina, em Londres. O atleta, que participa pela primeira vez de uma Olimpíada, disse neste domingo, em entrevista na Vila Olímpica ao lado do colega de ginástica Sérgio Sasaki, que tenta encarar a competição como se fosse outra qualquer.

» Saiba como assistir à Olimpíada no Terra
» Coloque as notícias sobre a Olimpíada no seu site
» Veja os Jogos Olímpicos por outro ângulo em fotos panorâmicas
» Veja a agenda completa para os Jogos de Londres

"Eu estou encarando essa Olimpíada como se fosse uma outra etapa da Copa do Mundo, que eu já competi várias vezes. Então estou tentando colocar o mesmo clima, a mesma coisa pra que não ocorra nada de diferente. Já venho trabalhando o meu psicológico há muito tempo para que nada interfira dentro do estádio", afirmou o esportista, que revelou fazer terapia esportiva há mais de 8 anos.

"Na hora da competição, o corpo físico já estar bem preparado, porque você treinou o ano todo, mas na hora mesmo o que pega é a cabeça. E quem tem um psicológico fraco acaba errando. Então nós (ele e a psicóloga) trabalhamos muito para que isso não aconteça", revelou.

Apesar de estreante, Zanetti tem dividido os "holofotes" com o colega veterano Diego Hypólito, já que chega aos Jogos Olímpicos após conquistar duas medalhas de prata em 2011 nas argolas (Jogos Pan-Americanos e Mundial) e um ouro (Universíade). Sobre a cobrança por uma medalha, porém, o atleta desconversa, e diz que seu papel é apenas fazer seu trabalho.

"Eu vim aqui para fazer meu trabalho, então eu não fico me preocupando tanto com classificatória. Eu quero fazer minha parte, competir bem. E se vier algum resultado positivo, como chegar à final ou levar uma medalha, será a consequência, e vou ficar feliz por ter alcançado meu objetivo", disse.

Para o treinador Marcos Goto, que trabalha com Zanetti desde 1998, um dos pontos fortes do atleta é, de fato, a concentração e a disciplina. "É treino, treino e treino. Ele é muito disciplinado", completou.

Olimpíada ao vivo no Terra

O Terra, maior empresa de internet da América Latina, transmitirá ao vivo e em alta definição (HD) todas as modalidades dos Jogos Olímpicos de Londres, de 25 de julho e 12 de agosto de 2012. Com reportagens especiais e acompanhamento do dia a dia dos atletas, a cobertura conta com textos, vídeos, fotos, debates, participação do internauta e repercussão nas redes sociais.

"Já venho trabalhando o meu psicológico há muito tempo para que nada interfira dentro do estádio", diz
"Já venho trabalhando o meu psicológico há muito tempo para que nada interfira dentro do estádio", diz
Foto: Marcelo Pereira / Terra
Fonte: Terra
publicidade