Grêmio

Grêmio

publicidade
17 de janeiro de 2013 • 15h22 • atualizado às 16h09

Luxemburgo cita saída de Vilson por desobediência; jogador se defende

Zagueiro Vilson (à dir.) foi afastado do elenco gremista
Foto: Edu Andrade/Grêmio / Divulgação

O técnico Vanderlei Luxemburgo concedeu entrevista no inicio da tarde desta quinta-feira e explicou o afastamento por indisciplina do zagueiro Vilson. O defensor estava com a delegação do Grêmio em Quito, no Equador, e acabou retornando a Porto Alegre. Segundo o treinador, ele não aceitou uma orientação que foi passada durante o jogo-treino da última quarta e acabou sendo substituído pelo zagueiro Saímon.

"O Vilson começou a discutir com um jogador adversário e eu chamei a atenção dele. Ele não deu a mínima. Mandei o Saimon entrar e tirei o Vilson e disse: 'se eu chamei a atenção, você tem que me atender. Isto não pode acontecer'. Mas disse que ele iria continuar no segundo tempo. Ele ficou de cara fechada e perguntei se ele queria continuar: 'ele disse que não'. Então liguei à direção e expliquei o ocorrido", desabafou Luxemburgo.

O zagueiro, por meio da conta no Twitter, também colocou a versão sobre o fato ocorrido e pediu desculpas ao torcedor gremista. "Infelizmente ocorreu um desentendimento em campo, que resultou no meu afastamento. Fiquei chateado pelo professor ter me tirado e não tinha mais cabeça para voltar no segundo tempo. Admito meu erro e peço desculpas a todos, estou muito triste com tudo isto", destacou o defensor.

Vilson também afirmou que tinha uma proposta para atuar no exterior e acabou ficando no Grêmio atendendo a um pedido do técnico Vanderlei Luxemburgo. "Eu tive uma proposta de fora para ganhar o dobro. O professor Vanderlei me pediu para ficar e disse que ia falar com a diretoria para renovar meu contrato. Fiquei muito feliz por renovarem", afirmou.

"Abri mão de um sonho de ir para fora, mas meu coração e a minha família falaram mais alto... Aí acontece uma coisa destas, lamentável, e com declarações me pondo contra todos. Sempre que precisou de mim, onde fosse, fui e botei minha cara para bater. Sempre defendendo o clube que aprendi a amar", completou.

Para o lugar de Vilson, o técnico Vanderlei Luxemburgo convocou o zagueiro Douglas Grolli, que estava treinando no time reserva para atuar nas primeiras rodadas do Campeonato Gaúcho.

Baixe gratuitamente o aplicativo Sigo meu Time e acompanhe seu time do coração

Cristiano Leonardo S. da Silva Jornalismo - Especial para o Terra