0

Luxemburgo exalta comportamento do Grêmio: "está em aberto"

24 jan 2013
00h58
atualizado às 01h35
  • separator
  • comentários

Sem desespero. Apesar de considerar que o Grêmio merecia uma melhor sorte contra a LDU, em Quito, na primeira partida da Libertadores, o técnico Vanderlei Luxemburgo minimizou a vantagem dos equatorianos com o 1 a 0 da noite desta quarta-feira e acredita na reversão no placar na competição. O comportamento dos jogadores gremistas foi muito elogiado pelo comandante, que tirou a postura fora de casa como o melhor da derrota.

O treinador gremista mostrou-se incomodado apenas com o lance que lesionou o goleiro Dida. Queria observar o replay para tentar ver a intenção do atacante Garcés, que se chocou com o arqueiro tricolor e o fez sair de campo. Classificou o lance do gol de Feraud como "um tumulto", após a saída do experiente para a entrada de Marcelo Grohe. Foram feitas duas defesas pelo camisa 12 até o jogador da LDU empurrar a bola para o gol vazio.

"É do futebol. Eles tiveram a chance em um lance que entrou o Marcelo e a bola bateu par alá e cá. Equilibramos o aspecto físico. Agora é convocar o torcedor, o jogo é em casa. Para que a Arena seja nossa casa, que faça a diferença como imaginamos que poderia. Está em aberto. Eles têm uma vantagem, mas se decide no próximo jogo. Gostei do comportamento da equipe, buscando o ataque, jogando. Botei o Vargas, ele incomodou e jogou a LDU para trás. Eles tem essa vantagem mínima", analisou Luxemburgo.

Na leitura fria do resultado, Luxemburgo admitiu que o 1 a 0 foi ruim. No entanto, a atuação gremista, que colocou duas bolas na trave e dominou o rival equatoriano, é um alento para os tricolores. Também não colocou responsabilidade nos centroavantes. Moreno e Willian José perderam chances claras.

"Se analisar como resultado é ruim. Mas analisando o comportamento, temos condições de fazer o resultado. Vamos decidir em casa. Importante é que criamos. Eles estavam ali, tentaram. O adversário conseguiu o gol no momento em que tivemos um tumulto, na saída do Dida. Se tivesse que ter um resultado, o Grêmio deveria sair com o empate", finalizou.

O Grêmio continua em Quito nesta quinta-feira. Retorna ao final da tarde, enquanto os garotos fazem partida pelo Gauchão, contra o Canoas. No jogo de volta, dia 30, marcado para a Arena, o Grêmio precisa vencer por dois gols de diferença para classificar-se para a fase de grupos da Libertadores.

 

Fonte: Lancepress! Lancepress!
  • separator
  • comentários
publicidade