publicidade
25 de fevereiro de 2013 • 18h12 • atualizado às 18h40

Prefeitura veta Arena, e Grêmio jogará Libertadores no Olímpico

Arena do Grêmio não será usada na próxima partida da Libertadores
Foto: Luís Felipe dos Santos / Terra
  • Direto de Porto Alegre
 

A Secretaria Municipal de Urbanismo de Porto Alegre negou o Habite-se para a Arena do Grêmio. O motivo alegado é de que o local ainda precisa de alguns ajustes de segurança. A liberação poderá ocorrer ainda nesta semana, porém não haverá tempo hábil para que o estádio seja confirmado como o palco do jogo contra o Caracas, da Venezuela, no próximo dia 5 de março, pela Copa Libertadores.

“O Grêmio terá que informar para a Conmebol até às 15h desta terça-feira onde vai jogar contra o Caracas. O anúncio deveria ser hoje, porém a Conmebol atendeu a um pedido do Grêmio e estendeu o prazo até esta terça-feira”, divulgou o clube através da assessoria de imprensa, antes da informação de que a Arena não teria condições de receber o jogo da próxima semana.

A decisão de voltar a atuar no Estádio Olímpico pela Copa Libertadores agrada aos dirigentes do departamento de futebol.

“O time do Grêmio rende em um bom gramado e não podemos ter um gramado com as condições do que foi contra o Huanchipato-CHI, quando acabamos sendo derrotados”, disse Marcos Chitolina, diretor de futebol do Grêmio.

O Grêmio estava mandando no Estádio Olímpico somente jogos do Campeonato Gaúcho, com as partidas da Libertadores sendo realizadas na Arena. A maior reclamação dos jogadores em relação ao novo estádio é sobre o gramado, que está muito longe das condições ideais.

O técnico Vanderlei Luxemburgo também criticou e sugeriu o proprio Olímpico como palco dos jogos do time pelo torneio continental.

<a data-cke-saved-href="http://www.terra.com.br/esportes/infograficos/guia-libertadores-2013/iframe.htm" href="http://www.terra.com.br/esportes/infograficos/guia-libertadores-2013/iframe.htm">veja o infográfico</a>

Cristiano Leonardo S. da Silva Jornalismo - Especial para o Terra