1 evento ao vivo

Apesar dos problemas, Piza confia na diretoria do Guarani

13 ago 2014
13h37
  • separator
  • 0
  • comentários

A crise que estourou no Brinco de Ouro da Princesa depois que a notícia dos cheques sem fundos foi vazada fez o técnico Evaristo Piza falar publicamente sobre o assunto. Apesar do elenco não receber há dois meses, o comandante saiu em defesa da diretoria bugrina e acredita que os problemas serão resolvidos até essa sexta-feira, um dia antes do Guarani entrar em campo contra o Madureira, pela 11ª rodada da Série C do Campeonato Brasileiro.

<p>Evaristo Piza espera que todos os problemas sejam resolvidos até sexta-feira</p>
Evaristo Piza espera que todos os problemas sejam resolvidos até sexta-feira
Foto: Guarani FC / Divulgação

"A diretoria está se empenhando e buscando recursos para resolver essa situação. Hoje (terça-feira) tivemos mais uma conversa com o grupo e explicamos que, até sexta-feira, o presidente Álvaro Negrão espera solucionar os problemas. E acredito que isso vai acontecer", afirmou Evaristo Piza.

Na última sexta-feira, parceiros do Guarani - cujos nomes não são revelados - fizeram os pagamentos, mas alguns cheques estavam sem fundos e isso foi revelado pelo treinador durante uma conversa com integrantes das torcidas organizadas bugrinas logo depois da derrota para o São Caetano, por 1 a 0, em Campinas.

"Chegou a ser veiculada a informação de que eu usei a falta de pagamento como justificativa para a derrota. Jamais fiz isso. Em nenhum momento foi o não pagamento que fez o time perder o jogo. Na conversa que tive com integrantes da torcida, eles perguntaram o que estava acontecendo. Expliquei várias situações e eles perguntaram sobre a situação financeira. Alguns jogadores receberam uma quantia menor do que têm direito, outros receberam o valor integral e outros tiveram os cheques devolvidos", explicou o treinador.

Em reunião realizada na última segunda-feira, o elenco resolveu deixar os problemas de lado e se concentrarem apenas com o que acontece dentro das quatro linhas. Sem vencer há quatro partidas - três empates e uma derrota -, o Guarani ocupa a oitava colocação do Grupo B, com 11 pontos. Agora, o principal objetivo do time é se distanciar da zona de rebaixamento e depois voltar a pensar em se classificar.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade