0

Após empate, Piza cobra mais atitude do elenco bugrino

18 ago 2014
13h37
  • separator
  • 0
  • comentários

O empate sem gols com o Madureira no último sábado, fora de casa, deixou a situação do Guarani em relação ao acesso na Série C do Campeonato Brasileiro ainda mais complicada e ligou o sinal de alerta no Brinco de Ouro da Princesa. Insatisfeito com o comportamento do time, o técnico Evaristo Piza cobrou mais atitude dos jogadores, principalmente do meio-campo para frente.

Evaristo Piza não ficou satisfeito com o comportamento do time contra o Madureira
Evaristo Piza não ficou satisfeito com o comportamento do time contra o Madureira
Foto: André Regi Esmeriz - Especial para o Terra

Durante os 90 minutos, o Guarani praticamente não ofereceu perigo ao goleiro Jonathan, que trabalhou apenas em uma finalização de Ramos, já no segundo tempo. Evaristo Piza aprovou o comportamento do sistema defensivo, mas se mostrou preocupado com o baixo número de lances ofensivos criados pelo time alviverde.

"Eu sou muito claro e transparente porque tenho essa conversa aberta com os jogadores. Venho cobrando uma atitude, porque a iniciativa do jogo tem sempre que ser nossa. O Guarani é um clube que ainda briga pelo acesso. Os jogadores estão trabalhando, mas é preciso que melhore. Até mesmo na questão individual. Temos que tentar extrair o máximo de cada atleta, principalmente na parte ofensiva", afirmou o treinador alviverde.

Evaristo Piza também evitou relacionar mais um tropeço com os problemas extra-campo. Na semana passada, alguns cheques dados por parceiros do clube aos jogadores estavam sem fundos e gerou um mal estar no Brinco de Ouro. A diretoria se mexeu para quitar as dívidas e pagou metade dos salários atrasados de junho, mas prometeu colocar tudo em dia essa semana.

"Nós tivemos várias conversas ao longo da semana passada, por causa dos cheques sem fundos, do Índio Caboclo, dos salários atrasados... Mas em nenhum momento esses foram os principais assuntos. Nossa principal preocupação é de vencer as partidas. O principal foco nosso é se aproximar da parte de cima da tabela. A questão externa não atrapalhou", garantiu Piza.

O elenco bugrino se reapresenta na tarde desta segunda-feira e já começa os trabalhos visando a partida do próximo sábado, contra o Macaé, no Estádio Moacyrzão, pela 12ª rodada da Série C. Com 12 pontos, o Guarani está apenas na oitava colocação do Grupo B, mais próximo da zona de rebaixamento do que do G4.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade