0

Com gol no último minuto, Paulista derrota Guarani por 2 a 1

21 mar 2013
21h31
atualizado às 21h53
  • separator
  • 0
  • comentários

Na noite desta quinta-feira, Guarani e Paulista disputaram um clássico do interior paulista no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP), e, mesmo precisando de uma vitória diante de sua torcida para se afastar da zona de rebaixamento, o Bugre não fez a ‘lição de casa’ e perdeu, de virada, por 2 a 1.

Cadu, aos 10min do primeiro tempo, abriu o placar para o Guarani. Porém, ainda na etapa inicial, aos 37 minutos, Matheus, de canhota, fez o gol que deixou tudo igual em Campinas. E, quando parecia que o empate estaria selado, Hudson, aos 48min do segundo tempo, fez o gol da vitória do Paulista.

Com o resultado, o Guarani fica com nove pontos (duas vitórias, três empates e oito derrotas) e segue dentro da zona da degola. Já o Paulista de Jundiaí tem 17 pontos, conquistados em campanha de quatro vitórias, cinco empates e quatro derrotas, e também está na metade de baixo da tabela.

No próximo domingo, às 16h (de Brasília), o Guarani recebe o Corinthians, novamente no Brinco de Ouro. No mesmo dia, às 18h30, o Paulista enfrenta outro time de Campinas. O Galo recebe a Ponte Preta, no estádio Jayme Cintra, em Jundiaí (SP).

O jogo

Empurrado por seu torcedor, o Guarani começou com tudo e antes do primeiro minuto já criou a primeira chance de gol. Após bom cruzamento, Fernando Gaúcho subiu de cabeça, mas mandou para fora, desperdiçando boa chance.

A partida seguiu movimentada e o Paulista foi quem criou a segunda grande oportunidade de gol: aos oito minutos, Chiquinho avançou com espaço e arriscou uma bomba de fora da área. A bola tirou tinta da trave e assustou os anfitriões, que, no entanto, responderam logo em seguida.

Aos 10min, Fernando Gaúcho trabalhou como pivô após receber bom passe dentro da área e deixou Cadu em ótimas condições para completar para as redes, abrindo o placar em Campinas.

Se o Bugre respondeu imediatamente ao lance de perigo do Paulista, o time de Jundiaí não fez diferente e, três minutos após levar o gol, acertou a trave do goleiro Renan com um bom chute de Cassiano.

Depois deste começo eletrizante, o jogo esfriou. Nem Guarani, nem Paulista conseguiram ameaçar até os 34min, quando Fernando Gaúcho e Cadu fizeram mais uma boa jogada, que acabou na rede pelo lado de fora.

A resposta foi rápida de novo, e desta vez, mortal. Aos 37min, Matheus roubou a bola e avançou. No meio do caminho, ele arriscou e acertou o ângulo do goleiro Renan, empatando o jogo. Na volta do intervalo, foi o Paulista que teve a primeira chance de voltar a liderar o marcador. Aos quatro minutos, Cassiano Bodini teve a chance, mas o goleiro Renan se adiantou e evitou que um lance de perigo a favor do time de Jundiaí fosse criado.

Aos 11min, foi a vez de o Guarani assustar. Boiadeiro fez cruzamento na área e Cadu cabeceou para o gol, mas Richard fez uma bonita defesa e salvou o Paulista.

O jogo seguiu morno, sem muitas chances de gol. E foi somente aos 27min que uma das equipes voltou a levar perigo para o gol do adversário. O meio-campista Matheus, do Paulista, ganhou jogada da zaga pela direita, mas Renan defendeu em dois tempos e evitou o segundo gol da equipe visitante.

E o Paulista continuava melhor na partida. Aos 31min da etapa final, Rodrigo Sabiá aproveitou levantamento na área e tocou de cabeça, mas o goleiro Renan, do Guarani, dividiu com João Henrique e o arqueiro do time campineiro ficou com a bola evitando mais um lance de perigo.

E, quando parecia que o confronto terminaria empatada, Hudson, aos 48min, acertou um forte chute que selou o triunfo do Paulista. A equipe de Jundiaí venceu, de virada.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade