2 eventos ao vivo

Em noite de visitantes, paulistas pecam em pênaltis e são eliminados

17 abr 2013
23h04
atualizado em 18/4/2013 às 01h03

O início da noite de quarta-feira, recheado de jogos da Copa do Brasil, não foi positivo para os times paulistas. Depois da classificação do Santo André durante a tarde, São Caetano, Guarani e Grêmio-SP entraram em campo com a missão de tirar a desvantagem do primeiro jogo e conquistar a classificação para a próxima fase, mas não tiveram sucesso.

Em Limeira, já que o Estádio Brinco de Ouro da Princesa não conseguiu ser liberado, o Bugre repetiu o resultado do primeiro jogo contra o Confiança e caiu na disputa por pênaltis. O fato também aconteceu com o São Caetano, que foi eliminado pelo Arapongas-PR. O Grêmio-SP, por sua vez, foi derrotado pelo Cianorte-PR, por 3 a 0, na Arena Barueri.

Após rebaixamento no Paulista, Guarani cai na Copa do Brasil

Rebaixado para a Série A2 do Campeonato Paulista, o Guarani voltou a decepcionar seu torcedor nesta quarta-feira. Após a derrota por 1 a 0, fora de casa, contra o Confiança-SE, o time campineiro precisava vencer por dois gols de diferença, em Limeira, para avançar na Copa do Brasil. Sem apresentar um bom futebol novamente, o Bugre sofreu, mas conseguiu tirar a vantagem, vencendo por 1 a 0, com gol aos 48 minutos do segundo tempo. A alegria, no entanto, não durou muito, já que a equipe foi eliminada nos pênaltis, por 4 a 1.

Mesmo depois de conseguir a liberação do Estádio Brinco de Ouro da Princesa, o Guarani não conseguiu jogar em Campinas nesta quarta-feira, já que deveria confirmar o local da partida com 72 horas de antecedência. Desta forma, o torcedor bugrino teve que se deslocar até Limeira para ver seu time atuar no Estádio Major Levy Sobrinho.

Apesar do incentivo de seu torcedor, o Guarani não conseguiu jogar bem, mas fez o gol aos 48 minutos do segundo tempo, com Fernando Gaúcho, de cabeça. Nas cobranças de pênaltis, no entanto, o autor do gol salvador foi um dos jogadores que desperdiçaram a cobrança para o Bugre, o que culminou na eliminação da equipe campineira.

Para a próxima fase, o time sergipano enfrenta o Fortaleza, que também precisou dos pênaltis, após dois empates sem gols, para avançar à próxima fase.

Em casa, Grêmio-SP é novamente derrotado pelo Cianorte-PR

Depois de ser derrotado pelo Cianorte-PR, por 2 a 1, fora de casa, no jogo de ida da primeira fase da Copa do Brasil, o Grêmio-SP precisava de uma vitória simples, por 1 a 0, para avançar na competição nacional. Apesar de estar diante de sua torcida, a equipe da Grande São Paulo não foi bem e sofreu novo revés, desta vez por 3 a 0, para o time paranaense.

Em um primeiro tempo equilibrado, o time visitante abriu o placar apenas aos 44 minutos, com Eli. A vantagem no placar deu tranquilidade à equipe do Paraná, que não demorou a ampliar o marcador na etapa complementar. Alemão, de cabeça, marcou aos oito minutos do segundo tempo, e Eydison deu números finais aos 16.

Na próxima fase, o Cianorte encara o Atlético-GO, que teve um início arrasador na competição. Logo em sua estreia, diante do Cametá-PA, o Dragão venceu por 7 a 0, fora de casa, e eliminou o jogo da volta na Copa do Brasil.

Azulão tira vantagem no tempo normal, mas é eliminado nos pênaltis

Derrotado na primeira partida por 1 a 0, o São Caetano tinha um tarefa delicada no Anacleto Campanella, já que, apesar de ser obrigado a tirar uma vantagem mínima, um gol sofrido deixaria a missão muito complicada. No tempo regulamentar, o Azulão fez a lição de casa e venceu por 1 a 0 com gol de Gabriel, mas foi derrotado nos pênaltis, por 3 a 1.

Na próxima fase da competição, o Arapongas, após a boa classificação em São Caetano do Sul, tem mais um adversário complicado pela frente. A equipe paranaense enfrenta o Figueirense, que venceu o Desportiva Ferroviária-ES, por 4 a 1, e eliminou o jogo da volta.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade