0

Inglesa ofusca favorita local e faz melhor tempo no skeleton

18 fev 2010
23h48
atualizado em 19/2/2010 às 01h05

Após um atraso de cerca de 45 minutos, a primeira fase do skeleton feminino foi aberta no Whistler Sliding Center com os olhares para a local Mellisa Hollingsworth, uma das favoritas na categoria e responsável por cravar a melhor marca nos treinos do dia anterior.

No entanto, quem se deu melhor nesta bateria foi a inglesa Amy Williams. A atleta foi a quinta a descer a pista e fez as duas primeiras parciais com um ritmo muito intenso e cravou a marca de 53.83.

Logo atrás, outra canadense, Amy Gough, ficou 0.31 acima da marca da inglesa na segunda posição. O terceiro melhor tempo ficou com a alemã Kerstin Szymkowiak, seguida por sua compatriota Anja Huber. Já Hollingsworth, favorita canadense, amargou o quinto tempo com 0.35 acima.

Em função da demora causada pela preparação da pista na primeira bateria, a segunda etapa do skeleton feminino também começará com atraso.

Entenda a prova de skeleton dos Jogos de Inverno

O skeleton recebeu este nome porque o trenó usado na modalidade, feito de metal e fibras de vidro, lembra o formato do esqueleto humano. É disputado no Whistler Sliding Center, mesmo local do bobsled e do luge, e, assim como estes dois esportes, tem a largada como momento decisivo.

Para este momento, os atletas usam um calçado de aderência especial e ganham velocidade correndo pelos primeiros 50 metros. Em seguida, se posicionam no trenó de barriga para baixo e descem a montanha, se jogando de um lado para o outro para direcionar o veículo.

O skeleton é disputado apenas em provas individuais. São quatro corridas em dois dias de disputa. Quem tiver o menor tempo total é campeão olímpico.

Jogos Olímpicos de Inverno no Terra

O Terra transmite ao vivo a competição em 15 canais simultâneos de vídeo. Além disso, os usuários têm a possibilidade de assistir novamente a todo o conteúdo a qualquer momento. Todo o acesso é gratuito.

Uma equipe de 60 profissionais está encarregada de fazer a cobertura direto de Vancouver e dos estúdios do Terra, em São Paulo, no Brasil, com as últimas notícias, fotos, curiosidades, resultados e bastidores da competição.

A equipe conta com a participação do repórter especialista em esportes radicais Formiga - com 20 anos de experiência em modalidades de neve -, e o pentacampeão mundial de skate Sandro Dias, que comenta a competição em seu blog no Terra.

No celular
wap: wap.terra.com.br
Iphone e smartphones: m.terra.com.br/vancouver

Whistler Sliding Centre
Whistler Sliding Centre
Foto:
Fonte: Terra
publicidade